quarta-feira, 12 de março de 2008

A TEOLOGIA DO SÉCULO VINTE


Sinopse
A fé cristão é imutável, mas é apresentada para um mundo em transição. Por isso a teologia deve mover-se entre três pólos - o evangelho bíblico, a tradição da igreja e as formas contenporâneas de pensamento. Ela usa os três com o objetivo de articular a confissão imutável de Jesus num contexto em transformação e, assim, ser relevante para as questões das gerações por vir.Nesta obra, buscamos tratar daquilo que consideramos ser a principal corrente teológica do século 20. Para isso, examinamos os teólogos e movimentos mais proeminentes das últimas décadas. É claro que eles não surgiram num vácuo. Nosso desejo não é apenas oferecer uma sinopse dos principais pensadores e suas idéias, mas contar uma história, a história da teologia durante uma era de transição.
Autor: Stanley J. Grenz e Roger E. Olson
Formato: 16 x 23 cm
464 páginas
Trata-se de uma obra que aborda as principais correntes teológicas do século vinte, dentre elas:

- A neo-ortodoxia
- A tradição liberal
- O movimento radical
- A teologia da esperança
- A teologia da libertação
- A teologia da libertaçao negra
- A teologia da libertação latino-americana
- A teologia da libertação feminista
- A nova teologia católica

Obra excelente para pesquisas sobre Teologia Contemporânea. Exige bastante criticidade na leitura.