segunda-feira, 10 de março de 2008

BÍBLIA DE ESTUDO BATALHA ESPIRITUAL E VITÓRIA FINANCEIRA SOB UMA PERSPECTIVA PENTECOSTAL E ORTODOXA

As Bíblias de estudo são uma ferramenta de grande valor para os estudantes da Palavra de Deus. As notas introdutórias, as informações culturais, sociais, geográficas, políticas, econômicas e espirituais do mundo bíblico, as notas teológicas, os comentários de rodapé, todas estas coisas contribuem para facilitar a pesquisa e a investigação realizada no texto sagrado. Se faz necessário contudo, termos um certo cuidado no uso destas bíblias, como por exemplo, conhecer a linha teológica dos comentaristas, suas bases doutrinárias e seu nível de compromisso com a ortodoxia cristã.

Lançada a pouco tempo no Brasil, a “Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira” é um exemplo de publicação de conteúdo “perigoso”. Ao fazer uma análise dos comentários da mesma sobre o tema “riqueza e pobreza”, percebi alguns equívocos doutrinários que passarei a citá-los:

"Pobreza é escravidão! Ela amarra as pessoas, impedindo-as de terem as coisas que necessitam. A pobreza leva à depressão e ao medo. Não é a vontade de Deus que você viva na escravidão da pobreza. É hora de Deus acabar com a escravidão das dívidas e da pobreza no meio do seu povo! É chegado o momento da liberação de uma unção financeira especial, que quebrará as cadeias da escassez e o capacitará a colher com abundância!" (Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira, introdução xxvii)

Tais idéias são equivocadas pelas seguintes razões:

- Pobreza não é escravidão, trata-se apenas de uma condição sócio-econômica, fruto do pecado, da acomodação, da injustiça social, do egoísmo e de outras mazelas. Você pode ser pobre, e mesmo assim, não ser escravo da pobreza. Você pode ser pobre e ser feliz! João Batista (Mt 3.4), Jesus (Lc 2.21-24 com Lv 12.8), Pedro e João (At 3.1-6), Paulo (2 Co 6.10) e tantos outros servos de Deus, apesar de pobres não eram "escravos" da pobreza. É preciso lembrar que a riqueza também pode promover escravidão (Mt 6.19-24). Desta maneira, não é a pobreza ou a riqueza em si que torna alguém escravo, mas sim, a forma como lidamos com essas condições sócio-econômicas.

- A pobreza "pode" levar alguém à depressão e ao medo, mas não necessariamente. Todos nós conhecemos pessoas que sobrevivem com poucos recursos financeiros, que não são depressivas nem vivem amedrontadas, pois confiam no Senhor que supre todas as nossas necessidades (Mt 6.31-34). Conhecemos também muitos ricos que são depressivos e amedrontados. A própria Bíblia adverte quanto ao males da riqueza mal adquirida e administrada (1 Tm 6.9-10).

- "Não é a vontade de Deus que "você" viva na escravidão das dívidas e da pobreza no meio do seu povo". Você quem? Isso significa que todos os crentes deveriam ser ricos? Você quem? Aquele que comprou a referida Bíblia, ou foi alcançado por seus princípios e ensinamentos? Não amados, nem todos seremos ricos. As razões pelas quais isto não vai acontecer são as mais diversas e complexas possíveis e envolvem fatores sociais, pessoais, espirituais, circunstanciais e outros. Se você contribui com as suas ofertas e dízimos, é trabalhador honesto, se esforça para manter-se qualificado na profissão que exerce, administra com sabedoria o salário que recebe e mesmo assim não alcança a riqueza, não fique triste nem frustrado, contentai-vos com o que tendes (Fp 4.11; Hb 13.5). Seja rico para com Deus (Lc 12.21). Saiba que o mais importante nesta vida não é o quanto você tem, mas o que você é diante do Senhor. Se um dia você ficar rico, dê graças a Deus, se nunca isso acontecer, dê graças a Deus também (1 Ts 5.18).

- Por qual razão Deus só resolveu acabar com a escravidão das dívidas e da pobreza agora, se os fundamentos deste comentário sempre estiveram na Bíblia? Será que Jesus, Paulo, os demais apóstolos, os pais da igreja, os reformadores, os missionários que experimentaram fome e nudez pela causa do mestre nunca enxergaram isso? Deus os privou desta "visão" (aliás, mais uma daquelas visões que só trazem confusão e promovem heresias no Reino de Deus)? Somos uma geração "especial"? Outra coisa, quem disse que a riqueza acaba com as dívidas? Muitos ricos estão proporcionalmente mais endividados do que alguns pobres. A questão da dívida relaciona-se com a forma com de administrarmos os recursos e não em sermos pobres ou ricos.

- "É chegado o momento da liberação de uma unção financeira especial". Percebo que se trata de mais uma "unção especial", como foi a "unção do riso", "unção do leão" e outras "unções", todas fruto de uma interpretação bíblica equivocada e tendenciosa, desassociada de uma análise exegética séria e genuinamente cristã (é bom lembrar que boa parte dos argumentos e notas da citada Bíblia está fundamentada no Antigo Testamento em promessas direcionadas para o povo de Israel). Não existe uma "unção especial financeira". O que a Bíblia nos revela é a bondade, generosidade, misericórdia e graça de Deus, que faz com ele derrame abundantemente suas dádivas sobre aqueles que contribuem com alegria e liberalidade, promovendo assim socorro aos necessitados, recursos para a obra missionária, manutenção do trabalho do Senhor e o suprimento de outras necessidades (2 Co 9.6-15).

Observe o comentário abaixo:

"Se você estiver carregando um fardo financeiro pesado, Deus o libertará. Ele não quer que você lute semana após semana apenas para suprir necessidades básicas. Ele quer libertá-lo da ansiedade mental e da preocupação que oprimem sua mente." (Bíblia Batalha Espiritual e Vitória Financeira, p. 278)

Algumas coisas precisam aqui ser esclarecidas:

- A ênfase da referido comentário deixa de ser dada ao "fardo do pecado" (Mt 11.28-29) e passa ao "fardo financeiro".

- O comentarista afirma que Deus não quer que lutemos para suprimento de nossas necessidades básicas, mas que deseja que sejamos ricos. Na verdade, o Senhor Jesus nos ensina que não devemos "lutar", no sentido dado pelo comentarista, por uma simples razão, é o próprio Deus que supre nossas necessidades básicas como comer, beber e vestir:

"Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (Mt 6.31-33)

- Diz ainda o referido comentarista: "Ele quer libertá-lo da ansiedade mental e da preocupação que oprimem sua mente". Ora, não é a riqueza que nos livra da ansiedade, mas sim, nosso contentamento e confiança em Deus que em todas as coisas e situações nos fortalece:

"Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece." (Fl 4.11-13)

- É necessário lembrar que ser rico, não é em si mesmo pecado (1 Tm 6.17-19), contudo, uma teologia que prioriza a riqueza na vida do cristão não é ortodoxa nem bíblica. Não passa de mais um vento de doutrina (Ef 4.14).

Observe agora a ligação entre a visão sobre pobreza da referida Bíblia com a Teologia da Prosperidade. Comecemos observando alguns textos escritos em defesa da Teologia da Prosperidade, publicados no Brasil:

"Muitos cristãos nascidos de novo e cheios do Espírito vivem num baixo nível de vida, vencidos pelo diabo. Na realidade, falam mais do diabo do que em qualquer outra coisa. Cada vez que contam uma des ventura, exaltam o diabo. Cada vez que contam quão doentes se sentem, exaltam o diabo (ele ó autor das doenças e das enfermidades - e não Deus)." (HAGIN, 1988, p. 19 apud PIERATT, 1993, p. 55)

" [...] Um outro observou: ' Sabe, Jesus e os discípulos nunca andaram num Cadilac.' Não havia Cadilac naquela época. Mas Jesus andou num jumento. Era o Cadilac naquela época - o melhor meio de transporte existente. Os crentes têm permitido ao diabo lesá-los em todas as bênçãos que poderiam usufruir. Não era intenção de Deus que vivêssemos em pobreza. Ele disse que éramos para reinar em vida como reis. quem jamais imaginaria um rei vivendo em estrita pobreza? A idéia de pobreza simplesmente não combina com reis." (HAGIN, p. 48 apud PIERAT, 1993, p. 59)

" Não ore mais por dinheiro [...] Exija tudo o que precisar." (HAGIN, p. 17 apud ROMEIRO, 1998, p. 43)

Agora compare com o que está publicado como comentário na Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira:

"Jesus veio destruir as obras do Diabo: 'Para isso o Filho do Homem se manifestou: para destruir as obras do Diabo' (1 Jo 3.8). O pecado, a enfermidade, a pobreza e a morte são jugos do Inimigo! Você não tem de ficar amarrado à pobreza! Jesus veio libertá-lo de todo jugo que o Inimigo queira impor sobre você!" (p. 278)

O que há em comum entre os textos citados? A resposta é clara: todos estão construídos sobre os fundamentos da Teologia da Prosperidade. A lógica desta teologia é simples: doença e pobreza são do diabo. Se o Cristão está doente ou vive em pobreza, encontra-se debaixo do jugo do inimigo, ou nem é crente de verdade.

"Alguém uma vez me disse: Mas, Deus não colocou os médicos no mundo? [...] eu respondi: É verdade. Ele é tão bom que pensou nos crentes incrédulos. (SOARES, 1987, p. 40 apud PIERATT, 1993, p. 57)

Seguindo esse raciocínio, segue abaixo uma lista ampliada de personagens bíblicos que viveram debaixo do jugo do Inimigo:

- Eliseu (2 Rs 13.14-21) Enfermidade
- João Batista (Mt 3.4) Pobreza
- Jesus (Lc 2.21-24 com Lv 12.8) Pobreza (imagina que nem ele escapou!!!!)
- Lázaro (Jo 11.1-5) Enfermidade
- Pedro e João (At 3.1-6) Pobreza
- Paulo (2 Co 6.10) Pobreza
- Epafrodito (Fp 2.27) Enfermidade
- Timóteo (1 Tm 5.23) Enfermidade
- Trófimo (2 Tm 4.20) Enfermidade

Certamente conhecemos na atualidade, homens e mulheres de Deus (como os citados acima), que se encontram enfermos ou vivem em situação de pobreza (alguns inclusive vivenciam as duas situações). Será que todos eles estão debaixo do jugo de Satanás. Embora o Inimigo possa promover enfermidades e pobreza, nem toda enfermidade e pobreza surgem da parte dele:

"Por que, pois, se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus próprios pecados."
(Lm 3.39)

Se não fizermos exames de saúde periódicos ou não tivermos uma boa educação alimentar, e isto resultar numa enfermidade, a culpa é do Diabo? É claro que não, a culpa é nossa!

Se não administrarmos bem as finanças, não tratarmos com cuidado o orçamento doméstico, se fizermos um mau investimento, a culpa sempre será do Inimigo?

Volto a ressaltar que fatores sociais, econômicos, culturais e pessoais são a causa de muitos sofrimentos e privações na vida do cristão.

Entendo que é necessária uma ação urgente da parte dos pastores e líderes das igrejas, para que os teólogos, profetas, mestres e pregadores da "teologia da prosperidade" e da "vitória financeira", não enganem ou confundam nossos membros, congregados e até outros líderes com estas falsas idéias.

Vale lembrar, que a Teologia da Prosperidade é combatida e repudiada claramente em nossas publicações (CPAD), inclusive em lições bíblicas da ED.

No amor de Cristo e pela sã doutrina,

BIBLIOGRAFIA

ANKERBERG, John; WELDON, John. O movimento da fé. Porto Alegre: Chamada da Meia Noite, 1996.

Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira. Rio de Janeiro: Editora Central Gospel, 2007.

PIERATT, alan B. O evangelho da prosperidade: análise e resposta. São Paulo: Edições Vida Nova, 1993.

ROMEIRO, Paulo. Supercrentes: o evangelho segundo Kenneth Hagin, Valnice Milhomens e os profetas da prosperidade. 6. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 1996.

SOARES, Esequias. Heresias e modismo: uma análise crítica das sutilezas de Satanás. Rio de Janeiro: CPAD, 2006.

Pr. Altair Germano da Silva

Relator do Conselho de Educação e Cultura Religiosa da CGADB (Convenção Geral da Assembléia de Deus no Brasil) e Presidente do Conselho de Doutrina da UMADENE União dos Ministros da Assembléia de Deus no Nordeste).

38 comentários:

Elisomar disse...

O deus desse século e de outros passados, vem criando estratégia para difundir suas intenções de distorcer a Palavra de Deus. Está havendo uma cegueira espiritual sendo defendida por nova visão. É a tese do falso vitorioso.

prismael disse...

Há muitas mudançasnão apenas no meio da sociedade, como no seio da Igreja; que Deus nos auxilie a entendermos que a nossa cidade não esta aqui mas buscamos a nossa Jerusalém que desce do ceu.
Enquanto isso somos: "Qual lirio entre os espinhos" Ct 2.2a
Deus nos ajude!!!!!

josecaculo disse...

José Caculo
Angola -Luanda

Os cristãos deste século (XXI) têm um problema muito sério, que é o comodismo.até uma simples dor de cabeça ou enxaqueca associam logo ao diabo, que muitas das vezes pode ser do fruto de muito esforço e trabalho na lida diaria. uma simples disenteria querem logo amarrar (o diabo ) em nome de Jesus, se esquecem que o organismo também faz a sua propria manutenção.Paulo grande homem de Deus ( escolhido como um vaso) para honra e gloria do reino de Deus nunca se importou como tanta riqueza, alias , era um fazedor de tenda para poder se sustentar ,a doênça que tanto lhe incomodava?, Curando os outro pelo milagre de Deus, a ele Deus o fez viver com a doênça, porque graça de Deus bastava para Paulo.será que Deus não amava Paulo? para ele viver era cristo e morrer era um grande ganho!!!
O critianismo não é um mar de Rosas, alias, para chegar às rosas tem que passar pelos espinhos.se realmente Deus nos escolhe ante de sermos gerado , então ele conhece o percurso de nossas vidas. quando alguem confia plenamente em Deus fará o que salmista diz:... descansa no senhor... seja nas "vacas Gordas" e "Vacas Magras" como o sonho de Jose no egipto, o Senhor como nosso pai sabe das nossas necessidas e nos dará aquilo que é melhor para nós.
as pessoas estão mais preocupados em properar do que contribuir para expansão do reino de Deus e Sua palavra , trazendo os que se encotram na trevas para luz. Deus não é nenhum banco comercial que as pessoas abrem suas contas neste banco e colocam toda suas esperança$ e no fim de cada tempo render juros.

sandre disse...

É de uma tristesa muito grande, ver este tipo de influencia entre os pentecostais classicos.
Imagino que se fosse verdade este tipo de comentário neo-pentecostal.
triste mais ainda por ver uma editora que lança bons livros.
mas que infelizmente tem mudado o seu foco de visão.
Trabalhando em meios neo-pentecostais , seria realmente questão de tempo para acontecer este tipo de coisa.
Mamom, esta cada vez mais dentro da igreja.
Infelizmente pouca são as vozes que se levantam contra estas mesma influencias.
Outra exposição triste é que de acordo com a referida biblia de estudo, acho que mais da metade dos membros das Assembléias de Deus, estão fora.
simplesmente porque são pobres.
e olha que Jesus nem aonde encostar a cabeça tinha.

Abçs
Sandre

gena disse...

pr.altair que DEUS continui ti enchendo de graça e sabedoria oro por sua vida seus comentarios sao de grande relevância para o povo de DEUS sou filho de mirueira mais moro no rio

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Gena, obrigado pelas palavras de incentivo. Receba o abraço de todos aqui de Abreu e Lima.

Paz do Senhor!

Pr. Alessandro Garcia disse...

Pr. Altair, o que me impressiona, não é o comentário desta Bíblia, mas sim por meio de quem ela foi lançada no Brasil recebendo total aprovação e recomendação!!!! É muita incoerência, não acha?

Graça e Paz.

claudio disse...

e por esse motivo ai que eu digo claramente que a cgadb nada faz nem pode

gostaria de sugerir claro que se achar conveniente ao amado pastor altair colocar uns videos no youtube com os textos que colocou aqui no blog contestando a dita cuja biblia de comentarios hereticos

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado Pr. Altair Germano, muito esclarecedor este artigo. Lamento que muitas pessoas, ainda que bem intencionadas, são presas fáceis da "teologia da prosperidade". Essa teoria contraditória explora a situação sócio-econômica de nosso povo, mas não se sustenta diante de uma análise exegética ou reflexão menos apaixonada.
O caro amigo merece um prêmio pela bravura, honestidade e esclarecimento desse artigo.

Deus o abençoe
Um abraço

Faculdade Evangélica SP disse...

Muito bom o blog, realmente muito instruitivo, vou passar o endereço adiante.
faculdade evangelica

Matias Borba disse...

Querido Pastor, o que me deixa impressionado é como o povo tem comprado a biblia,eu até ganhei uma de presente e confesso que quando ganhei ainda não há conhecia. Passei a analisar os comentarios por conta de um tema desses e percebi a quantidde de erros que contem nela, muito mais do que esse colocado no post, tem comentarios que são verdadeiras aberrações echegam a ser ridiculos!

O pior é como o povo se deixa levar por essa teologia barata de coisas passageiras que explora o povo tã sofrido de nossa nação, não sei o que fazer com a biblia, só não joguei fora porque alem de ser a biblia sagrada me servira de subsidios para boas refutações. Pelo menos pra mim, as edições da editora que publicou essa biblia não são tão bons assim e alguns eu até acho fraco pelo nivel que a editora tem, a maioria é de cunho da teologia da prosperidade, benção em qualquer situação etc., devemos tomar muito cuidado, pois se um pastor do nivel desse que lançou a biblia teve a coragem de lançar uma obra cheias de besteirol evangélicos, devemos ficar alerta pois coisas piores podem acontacer.
A Paz do Senhor!

Celia disse...

shalom.. não posso estar mais de acordo com sua análise a essa obra dissimulada..
dou graças a DEus de Israel de ainda haver quem reflete e examina o fundo da questão desta nova moda que se vem instalando já há vários anos entres 'aqueles' que teem a fraqueza da vaidade de se quererem afirmar na sociedade atravéz de riquezas visiveis... tais são ocos por dentro porque começa logo neles próprios.. chegaram á conclusão de se desprezarem a eles mesmos como pobres.. e deixaram que outros os desprezem por não teram a mesmo estatuto social que o 'rei vai nu' .. deixam os demónios os convencerem que não valem nada sem riquezas visiveis.. e depois caem na ratoeira e andarem por ai a dizer aos outros que não valem nada e que Deus tem filhos e 'afilhados' e que quem tem dificuldades financeiras está do lado do inimigo... mas mal eles sabem que só estão a cair na ratoeira do inimigo que lhes deu de engodo 'riquezas deste mundo' disfarçadas de como se fosse de luz e do Deus de Israel...
... mas Jesus veio para os contritos de coração, para os desprezados, para salvar, dar vida em abundancia mas não ' como orei que vai nu' cheio de vaidade e que deixou-se enganar pelo inimigo e agora já anda até sem vestes desfilando nu na parada e convencido que está vestido de ouro....
... Rom.8 ...
obrigada pastor Altair pela sua fé e perseverança.. que nos possa servir de exemplo a tds nós seguidores de Cristo Jesus
Paz do Senhor

Waltermir Rodrigues disse...

ultimamente,tenho visto por aí, diversas biblias,mas qual seria a "melhor" ou qual seria a "pior", é impressionante, a quantidade de bíblias compiladas de diversos "autores", nacionais e internacionais ,é de se espantar realmente , amo completamente a CIÊNCIA TEOLÓGICA, contudo como outras ciências, ela pode ser ( eu digitei PODE SER), manuseada, escamoteada, modificada, com certa facilidade, hoje se multiplicam os "GRANDES NOMES" em autorias de livros bíblicos basta ter um "PHD ou THD" e pronto esta ápto para escrever o que quizer do modo que bem imaginar, sem se importar em NADA com as consequencias de seu ATO ERRADO!, Existe uma bíblia de estudo muito famosa entre obreiros e membros de igrejas, que tem uma particularidade, o indivíduo que a criou, não tinha se quer formação téologica, por sinal ele tinha formação juridica e política, ele fez váreas anotações de conteúdo DISPENSACIONALISTA, fez a impressão e pronto,{pasmem os senhores}esta bíblia foi umas das primeiras a chegar aqui no BRASIL, e até hoje esta bíblia é elogiada e amplamente utilizada por muitos, não devo colocar o nome desta bíblia nem o seu devído autor, por pura ética, contudo ela contém erros téológicos muito mais grosseiros .
_Afinal qual é a melhor Bíblia ?,
a do autor fulano ou a do autor cicrano ?, qual será a correta ?, a que segue a linha tal ?, qual é a formação teológica do autor?, meu amado, a maioria dos grandes obreiros, se quer se preocupa com estes detalhes, de grande importância, eu sei que aqui no Brasil exitem GRANDES HOMENS CONHECEDORES DA PALAVRA DE DEUS, portanto, faço a seguinte sugestão : criem uma Bíblia de estudo, devidamente fiél ao propósito de Deus, dentro das mais nobres pesquisas teológicas possíveis, é fácil criticar os outros mas o que
podemos fazer para REMEDIAR ESTE MAL ?, criticar em um blog éo bastande ?, jamais o importante é criar algo novo de boa origem, não importa o preço ou esforço, importa que seja para o SENHOR JESUS!, portanto CRIAR sem duvidas é mais importante do que CRITICAR, isto em minha modésta visão, quero deixar bem claro que não sou fâ do PASTOR SILAS LIMA MALAFAYA, contudo ele fez o que muitos deveriam fazer, E NÂO FAZEM POR RAZOES QUE DSESCONHEÇO, pois o que não falta na igreja são HOMENS INCRIVELMENTE LETRADOS, CONHECEM PROFUNDAMENTE :
Grego.
Aramaico.
Alguns são poliglotas.
Alguns tem formação em váreas àreas teológicas.
Alguns tem formação pedagógica pós graduada.

então... o que está faltando?
respondo>: INICAITIVA, Apoio Ministerial, Humildade para compartilhar conhecimentos, eu garanto que se a biblia que PASTOR SILAS LIMA MALAFAYA,que está a vender , fosse gratuíta, muitos que hoje que postam contra a INICIATIVA, do PASTOR SILAS LIMA MALAFAYA, já teriam a sua rapidinho, está faltando, alguém com iniciativa para nudar este quadro de "bíblia$"
amplamente vendida$ e divulgadas$

A paz do SENHOR JESUS!

Djair disse...

Apostasia, idolatria, paganismo ...

Muito triste mesmo.

MARCOS PAULO disse...

AMADO PASTOR ALTAIR , LI O SEU COMENTÁRIO E DE TODO CORAÇÃO RESPEITO SUA OPINIÃO A RESPEITO DO ASSUNTO. NÃO SOU E NUNCA FUI A FAVOR DA VISÃO NEOPENTECOSTAL EM RELAÇÃO A PROSPERIDADE , APESAR DE SABER QUE A MESMA É UM DOM DE DEUS COMO AFIRMA ECLESIASTES , MAS SABEMOS QUE EXISTE UM EXAGERO DESTAS IGREJAS , PREFIRO FICAR COM A FAMOSA ORAÇÃO DE AGUR , QUANDO ELE DIZ QUE NEM PEDE RIQUEZA E NEM POBREZA E SIM O NECESSÁRIO. A QUESTÃO QUERIDO PASTOR , É QUE QUANDO SOMOS FIÉS AOS NOSSOS DÍZIMOS E OFERTAS DEUS PROMETE REPREENDER O DEVORADOR DAS NOSSAS VIDAS , ABRINDO ASSIM A PORTA PARA ENTRE OUTRAS BÊNÇÃOS O CRESCIMENTO FINANCEIRO , DEUS SEMPRE QUER O MELHOR PARA NÓS , O DINHEIRO NÃO É MAU COMO MUITOS O CONSIDERAM , O AMOR AO DINHEIRO SIM É RUIM E COMO DIZ 1 TM 6.10 É A RAIZ DE TODOS OS MALES . COMO PREGADORES E EMBAIXADORES DO EVANGELHO NÃO DEVEMOS PASSAR PARA AS PESSOAS ESSA VISÃO DE QUE SER CRISTÃO É SER MISERÁVEL COMO MUITO FEZ A IGREJA CATÓLICA E SIM DEVEMOS ENSINAR QUAIS SÃO OS CAMINHOS PRA TER UMA VIDA FINANCEIRA ESPIRITUAL E SADIO , OS PASSOS COMO A CAPACITAÇÃO TECNOLÓGICA , O TRABALHO HONESTO E A FIDELIDADE A DEUS NOS DÍZIMOS E OFERTAS SÃO ÓTIMOS PASSOS PARA ALGUÉM DAR , ISSO SE QUIZER UM DIA TER UMA CONDIÇÃO FINANCEIRA MELHOR , O QUE DEVEMOS EVITAR É O EXAGERO . OUTRO PONTO QUERO DESTACAR , É VERDADE QUE DEVEMOS TOMAR CUIDADO COM CERTAS BÍBLIAS DE ESTUDO E ME DESCULPE A BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL NÃO ESTÁ FORA DA LISTA . NA MINHA OPINIÃO ELA É MUITO TENDECIOSA , PIXA MUITO A SARDINHA PARA A A.D. E COMO DIZ A PRÓPRIA BÍBLIA , ELA NÃO PODE SER DE PARTICULAR INTERPRETAÇÃO . OUTRA COISA QUERO DESTACAR , VCS JÁ LERAM ALGUM LIVRO DO PR. SILAS MALAFAIA LANÇADO PELA CPAD ? EU TAMBÉM NÃO . POR QUE SERÁ QUE O MENSAGEIRO DA PAZ NÃO DIVULGOU O ANIVERSÁRIO DA IGREJA MÃE EM BELÉM DO PARÁ ? QUESTÕES POLÍTICAS EIN ? ENQUANTO SE ATIRAM FARPAS NAS PUBLICAÇÕES DA CENTRAL GOSPEL A CPAD ESTÁ MUITAS VEZES DEIXADO PASSAR NA MALHA MUITAS HERESIAS . QUANDO ENSINAVA NA EBD DA A.D. VI EM UMA REVISTA LIÇÕES BÍBLICAS QUE OS ANJOS NÃO ERAM SANTOS , LI NO LIVRO ERROS QUE O PREGADOR DEVE EVITAR DO PASTOR CIRO ZIBORDI , QUE AS PALAVRAS NÃO PRODUZEM BÊNÇÃO OU MALDIÇÃO , OU SEJA QUE AS NOSSAS PALAVRAS NÃO TEM PODER , CONTRARIANDO A PRÓPRIA BÍBLIA ( PV 18:20;TG 3:1 A 12 . TÁ NA HORA DE TER CUIDADO A PRÓPRIA CASA E DEPOIS CUIDAR DAS DOS OUTROS , EXITE TANTA COISA A SE QUESTIONAR NA A.D. , QUE SE FOSSEMOS APURAR PASSARIAMOS MUITO TEMPO . VOU CITAR UM EXEMPLO , SÓ SE CONSAGRA ALGUÉM AO DIACONATO SE ESSA FALAR EM LÍNGUAS , HOMENS COMO LUTERO , MOODY , MARTH LUTHER KING E ATÉ MESMO O GRANDE EVANGELISTA MUNDIAL BILLY GRAN NUNCA CHEGARIAM A SER PASTOR NA ASSEMBLÉIA DE DEUS , POIS NÃO FALAM EM LÍNGUAS NÃO É ? NÃO PASSIAM DE AUXILIARES DO TRABALHO , SE LERMOS AT 6 , QUANDO FOI INSTITUIDO O CARGO DE DIÁCONO , NÃO SE PEDE QUE FALEM EM LÍNGUAS E SIM QUE SEJAM HOMES CHEIOS DO ESPÍRITO SANTO E TAMBÉM DE BOA REPUTAÇÃO , MAS O COSTUME E A TRADIÇÃO HUMANA SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR E A BÍBLIA EM ÚLTIMO E A FRASE COSTUMEIRA DE MUITOS : " É A BÍBLIA DIZ ASSIM , MAS NÃO É O NOSSO COSTUME , FIQUEMOS COM O COSTUME " . MARCOS PAULO

Jeferson disse...

Uma biblia com "Vitória Financeira" no título me parece piada e me enoja

Tânia C.Fernandes disse...

A Paz meu Irmão!
Que matéria abençoada,só mesmo pessoas com sensibilidade espiritual para fazer um questionamento dessa grandiosidade.
Esses que pregam essas "teologias" da "Pseudo" prosperidade,nunca leram sobre o minstério de Paulo ou outros grandes evangelistas.Que pena,só lêem a Palavra que engordam seus ouvidos,e tentam inflar os outros,que o Povo de Deus peça ao Senhor dicernimento
para não cair em tantos truques,que muitas vezes desanimam aqueles humildes e fiéis Cristãos.

Deus o abençoe

Fique com Jesus

Edimir Martins disse...

É uma pena que exista um mercado que propicie esta possibilidade de demanda usando um livro tão singular como a nossa amada Bíblia Sagrada, só o título já inspira um grande temor e tremor.

Que Deus tenha misericórdia de nós e de nossos irmãos, e que produtos como esses sejam desmascarados a tempo, antes que os mais desatentos sejam influenciados de forma negativa diante de seus momentos de fraqueza.

A paz do Senhor, e que Deus em Cristo abençoe ao querido pastor e sua família.

MARCOS PAULO disse...

ATACAR OS OUTROS É MUITO FÁCIL , DIFÍCIO É CORRIGIR OS PRÓPRIOS ERROS , OU SEJO OS DA NOSSA PRÓPRIA CASA . PRA FAZER ESSA CRÍTICA VOU DIZER NOME E A FONTE DA INFORMAÇÃO , O LIVRO ERROS QUE O PREGADOR DEVE EVITAR DO PR. CIRO ZIBORDI . LENDO ESSE LIVRO DA CPAD VI UM ASSUNTO QUE A PRÓPRIA IGREJA APROVA , SENDO PREGADO DE FORMA TOTALMENTE OPOSTA , O ASSUNTO É : AS NOSSAS PALAVRAS TEM PODER DE ABENÇOAR OU AMALDIÇOAR ? A.D. RESPONDE SIM , CIRO ZIBORDI RESPONDE NÃO , QUEM ESTÁ COM A RAZÃO ? EU FICO COM A BÍBLIA . MARCOS PAULO

Anônimo disse...

Gostaria se possivel de mais materias sobre a referida biblia heretica

Anônimo disse...

pr: Sou crente em jesus porem de outra denominação mas concordo com tudo o que o sr: escreveu sobre
"V.F e B.E' será que a AD vai ser
presidida por essas aberrações.

Levi Bronzeado disse...

Caro Pastor Altair Germano


Fiquei indignado e pasmo com o que vi na manhã desse sábado (21 de março).
Como é que um programa de alta audiência estrelado por uma celebridade assembleiana, se passa para fazer propaganda de uma suposta bíblia com finalidades terrenas. Propalando-se que ela irá trazer prosperidade financeira para o fiel.

É o final dos tempos. Pelo que li aqui em seu blog, o autor dessa espúria bíblia deve ter se baseado mais em Judas Iscariotes, que em Cristo. Foi Judas que mesmo sendo um discípulo de Jesus (às avessas), conseguiu encher os bolsos de moedas de pratas, vendendo ou comercializando a vida do seu próprio Mestre.

O grande perigo, é que o nome das Ass. de Deus, está sendo aviltado com a publicação dessa monstruosidade chamada “Bíblia da Vitória Financeira”. Qualquer crente pensante irá constatar que, por essa esdrúxula bíblia houve uma intenção maligna de fazer uma sociedade entre o deus Mamon e Jeová.

Aguardamos ansiosamente uma tomada de posição da Convenção. É preciso que ela venha a público, pelo menos através do jornal “O Mensageiro da Paz” explicar tamanha aberração em seu rebanho. É claro, que o silêncio, será tido por todos pentencostais assembleianos, como conivência com tudo que está ocorrendo, principalmente nas manhãs de sábado pela TV Bandeirante.

Pediria ao nobre pastor que, se possível, acessasse o blog (da UBE) : http://www.levibronze.blogspot.com e divulgasse o artigo postado recentemente, cujo título é: “O PODER SEDUTOR DA MÍDIA GOSPEL”, entre outros.

Aqui fico, aguardando suas palavras.

Graça e Paz,
Levi B. Santos

Anônimo disse...

"Por que eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;" Ap 22:18. Se isso tudo que vc disse está dentro da Bíblia eu só tenho a lamentar e deixar esse trecho biblico. Obrigada e a Paz do Senhor Jesus!!

Irmã Dinalva

Anônimo disse...

Querido A Paz do Senhor!!
Nao sou a favor da teologia de prosperidade que ensinam por ai. Mas o versiculo que vc faz referencia e sobre os pais de Jesus que podem ser que ate eram pobres..Mas Jesus depois quando comecou seu ministerio..Nao demostrou que Ele era pobre.. pois na morte de Jesus os soldados jogaram sorte para ver quem ia ficar com suas vestes...

Anônimo disse...

Graças a DEUS que a Bíblia de Estudo Pentecostal(CPAD) não tem estas aberrações doutrinárias : Sou crnete em JESUS CRISTO e membro da Assembléia de Deus e se a CPAD publicasse uma Bíblia nestes moldes, pode ter certeza : EU DENUNCIARIA SIM !

Valdeci do Carmo disse...

|Pr. Altair, um artigo muito importante para o povo evangélico. tomei a liberdade de publicá-lo no meu blog, obviamente respeitei os devidos créditos. Tenho visto o
seu blog e recomendado a muitos. Infelizmente os extemos são os maiores causadores de desvios doutrinários. De um lado os xiitas que tanto preservarem os "usos e costumes" têm deixado muitos modismos entrarem na igreja e revelações estranhas valem mais do que a autoridade profética da Palavra. De outro lado os liberais, que associados a filosofias pós-modernas, relativizam a essência de nossa denominação e também da palavra de Deus. Poucos conseguem manter o equilibrio... que o Senhor continue lhe abençoando ricamente

Jesiel disse...

Parabéns pela refutação da Bíblia de comentário vitória financeira.

Pr. Jorge Rodrigues disse...

Caro amigo pr. Altair, é com alegria que leio seu artigo e vejo que não estou sozinho em minhas convicções, vi hoje que posso continuar pregando sobre esta famigerada teologia da prosperidade, só espero que como o sr. disse a nossa querida direção da AD se manifeste ou cale-se para sempre. Gostaria de pedir sua autorização para divulgar em meu blog esta sua mensagem(claro que os créditos serão seus), e já estou preparando uma nova pregação sobre este tema baseado em seu artigo, ao qual darei todo o crédito dentro da minha igreja.
Meresponda se posso ou não divulgar seus comentários.
Graça e paz em Cristo Jesus

ALTAIR GERMANO, disse...

Pr. Jorge Rodrigues,

fique a vontade para fazer usos dos artigos deste blog.

Paz do Senhor!

Anônimo disse...

MILTON FERREIRA

CAROS, WALTEMIR RODRIGUES, MARCOS PAULO. CONCORDO PLENAMENTE COM OS SENHORES. RESPEITO A OPINIÃO DO Pr. ALTAMIR GERMANO, MAS EU VEJO QUE SE ELE TEM TANTA CERTEZA DO QUE ESTÁ FALANDO, QUE SUAS ATITUDES SEJAM DIFERENTES, PUBLIQUE ENTÃO UMA BÍBLIA DE ESTUDO QUE NOS AUXILIE, AO INVÉS DE FICAR POSTANDO CRÍTICAS EM UM BLOG. É PRECISO ATITUDES DIFERENTES, SE TEM TANTA CERTEZA, O QUE FEZ É MUITO POUCO, POIS O Pr.SILAS MALAFAYA, ESTÁ EM REDE NACIONAL, DIVULGANDO ESTA BÍBLIA E MODESTIA A PARTE ESTÁ FAZENDO UMA PROPAGANDA MUITO FORTE.

SEU BLOG PELO QUE VEJO, NÃO ESTA ALCAÇANDO TANTAS PESSOAS ASSIM!

OU SERÁ QUE EXISTE SEGUNDAS INTENÇÕES POR TRAZ DESTE COMENTÁRIO.

O SENHOR NÃO ESTÁ QUERENDO SE PROMOVER COM ESTE ASSUNTO? ESTÁ?

NÃO QUERO ACREDITAR NESTA POSSIBILIDADE, MAS....

MILTON FERREIRA, CASCAVEL-PR

Pr Rogério Gonçalves disse...

Graça e Paz Pr. Altair.
Encontrei seu blog e esse comentário sobre a tal Bíblia e também sobre a Teologia da Prosperidade.
Já fiz parte de igreja que prega a tal teoria, fui elevado ao pastorado e apesar de não ter nenhuma formação teológica (hoje corro atrás para poder exercer bem o ministério que Deus me deu).
Quero dizer que após anos nesse meio, hoje vejo o tanto de falhas e argumentos sem base que existe.
Acredito piamente que ser próspero não tem nada com ser rico.
Ser próspero é justamente ter para viver bem nesta terra.
Ser próspero é ter as suas necessidades supridas em todas as coisas através do nosso Senhor.
O que muitas igrejas (e líderes) que pregam a tal Teologia da Propsperidade erram é o fato de iludirem as pessoas com promessas de enriquecimento através do dízimo, oferta ou desafios voluntários, se baseando no livro de Malaquias cap.3 onde o Senhor diz que é para fazer prova DEle e promete benção maior a quem é fiel em seu dizimo.
O que muitos pregadores se esquecem é que com Deus não se faz barganha, e induzem as pessoas a questionarem Deus o porque que não recebem tal benção mesmo após terem ofertado ou dizimado.
Creio que seja o tempo de como cristãos, nós estarmos preocupados com o evangelizar, com o ganhar almas, pois o mais o Senhor fará por nós.

Grande abraço!

icabode-foiseagloriadedeus disse...

Tem pastor por aí pregando uma prosperidade enganosa, ensinando o crente a encostar nosso Deus contra a parede como quem diz:"Ou dá ou desce!", quando na verdade deveriam estar ensinando o crente que essa vida e tudo quanto temos aqui é passageira.
Meu pastor é um homem de Deus, cuidador de suas ovelhas, amigo dos membros de sua igreja, honesto, honrado, ainda assim mora em uma casa simples num bairro pobre com ruas sem asfalto.Ele não tem um belo carro do ano nem ternos ou camisas de marca e como ele mesmo costuma dizer, não come do bom e do melhor.
Será que isso o torna menor do que qualquer outro pastor no reino dos céus?!
Pois para mim, o Silas Malfaia não serve nem para obreiro na igreja do meu pastor, diante de tanta bestira que tem falado nos últimos tempos.
O pior é ver os membros da minha igreja "pagando pau", para um homem corrompido pelos ventos de doutrina como ele.
Essa Bíblia é uma vergonha para nós cristãos, e a prova materializada de que estamos vivendo o princípio do fim.
Lamentável...
Fica aqui a indignação de uma mulher cristã que não tem diploma de teologia, mestrado, doutorado nem mesmo um curso superior, mas que ainda lê a Bíblia e que principalmente, ainda não perdeu a capacidade de pensar.
(Cida Gomes)

E ainda vos digo que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus” (Mt 19:22-24)

Anônimo disse...

Moro no interior do Piauí, numa região muito carente. Conheço muitos servos do Senhor Jesus Cristo que são pobres e que que nunca serão ricos, não por serem preguiçosos, mas porque não tiveram oportunidade. Mas... São homens e mulheres de Deus, fiéis, dedicados a obra, fazem o trablaho do Senhor de forma simples, porém de todo coração. São felizes, mesmo sendo pobres, pois a sua riqueza está na glória. Sou responsável por uma congregação que tem em média 30 irmãos, que vão aos cultos à Pé, (a maioria não tem uma bicicleta)de chinelo havaiana, de camiseta de propaganda, mas contagiam todos com o amor de Jesus. Eu gostaria de pedir àqueles que defendem essa nefasta teoria da prosperidade a visitar o nosso sertão piauiense e mudariam de idéia, pois aqui existem milhares de servos do Senhor Jesus Cristo que são pobres, mas... (Uns se dizem ricos sem ter nada; outros se dizem pobres, sendo mui ricos” (Pv 13.7)). São esses irmãos aqui do interior. Será que Deus é injusto para abençoar apenas um filho seu que pode ofertar R$ 900,00? E os meus irmãos aqui do interior não serão abençoados, pois não podem dar nem R$ 9,00. Esse não é o Deus que conheço. Esse não é o Evangelho de Jesus Cristo. Que Deus tenha misericórdia de nós!!!!

argemiro disse...

NAS ANÁLISES E INTERPRETAÇÕES TANTO DA PARTE DE QUEM DEFENTE A VITÓRIA FINANCEIRA QUANTO DE QUEM DESCORDA TEOLOGICAMENTE.
FALTA PROFUNDIDADE DE ANÁLISE SOCILÓGICA, ESPIRITUAL, HISTÓRICA E POLÍTICA.
A POBREZA É RESULTADO DO PECADO, SIM, PRINCIPALMENTE DE DOIS:
1 - GANÂNCIA - QUEM CONQUISTA DINHEIRO E BENS, SEMPRE QUER MAIS.
2 - EGOÍSMO - NÃO PODEMOS NOS CONFORMAR DE TER E VER OS DEMAIS SOFRENDO NECESSIDADES. ISSO É IMORAL.
VEJO TAMBÉM QUE O "FATALISMO TEOLÓGICO DA POBRESA" É DE EXTREMA MALDADE E DESCULPA PARA NÃO ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO REAL PARA O PROBLEMA DE QUEM SOFRE COM A ESCASSEZ!

REVERENDO MIRO BATISTA

AD - Passos / MG. disse...

Parabenizo o pastor Altair, pela coragem de expor os conceitos heréticos do pr. Silas Malafaia; pois há muito os interesses do mesmo (Silas Mala-falha)tem sido há busca de bens materiais, para a preservação e manutênção do seu "império".

cleuton disse...

Que DEUS abençõe a todos.Acho que a culpa de tanta falta de temor para com a palavra de DEUS infelismente não é só do sr silas malafaia com letras minúsculas mas também do ministério das IADD.O ministério deveria se reunir e espulsar este erértico pois se um outro membro cometesse um ato de adutério sertamente já teria sido posto para fora muito mais se tratando da palavra de DEUS, isto para mim é pecar contra o ESPÍRITO SANTO, não tem perdão.

PR. SILAS G. BARBOSA disse...

*/*/*Meus queridos irmãos, os comentarios sobre o assunto sãos bons. Mas o principal problema da bíblia (Batalha espiritual e vitória financeira)não só dos comentário da bíblia mas a versão que a bíblia foi traduzida a NVI, essa versão extirpa da palavra de Deus Muitas palavra e até frases inteiras, é só lembrarmos de Ap 22.19. Eu peço permissão ao meu irmão Pr Altair p distribuir gratuitamente uma apostila pelo meu email, vcs vão poder comprovar. O meu email: igrejapjl@hotmail.com - Porfavor pelomenos peçam a apostila e leiam.

Pastor Edu Lopes disse...

Quero parabenizá-lo Pr. Altair pela maneira equilibrada como o senhor tratou deste assunto tão pertinente a igreja brasileira. A vida cristã não pode estar pautada só ter e sim no "SER".
Que Deus continue usando a sua vida e que muitas pessoas sejam alcançadas por suas palavras.

No amor de Jesus
Pr Edu
Arujá - SP.