sábado, 16 de fevereiro de 2008

A POBREZA NA PERSPECTIVA DA BÍBLIA DE ESTUDO BATALHA ESPIRITUAL E VITÓRIA FINANCEIRA (02)


"Se você estiver carregando um fardo financeiro pesado, Deus o libertará. Ele não quer que você lute semana após semana apenas para suprir necessidades básicas. Ele quer libertá-lo da ansiedade mental e da preocupação que oprimem sua mente." (Bíblia Batalha Espiritual e Vitória Financeira, p. 278)

Analisando o texto acima percebemos o seguinte:

1. A ênfase da referida Bíblia deixa de ser dada ao "fardo do pecado" (Mt 11.28-29) e passa ao "fardo financeiro".

2. O comentarista afirma que Deus não quer que lutemos para suprimento de nossas necessidades básicas, mas que deseja que sejamos ricos. Na verdade, o Senhor Jesus nos ensina que não devemos "lutar", no sentido dado pelo comentarista, por uma simples razão, é o próprio Deus que supre nossas necessidades básicas como comer, beber e vestir:

"Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (Mt 6.31-33)

3. Diz ainda o referido comentarista: "Ele quer libertá-lo da ansiedade mental e da preocupação que oprimem sua mente". Não é a riqueza, como já escrevemos anteriormente, que nos livra da ansiedade, mas sim, nosso contentamento e confiança em Deus que em todas as coisas e situações nos fortalece:

"Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece." (Fl 4.11-13)

4. É necessário lembrar que ser rico não é em si mesmo pecado (1 Tm 6.17-19), contudo, uma teologia que prioriza a riqueza na vida do cristão não é ortodoxa nem bíblica. Não passa de mais um vento de doutrina (Ef 4.14).

5. Continuemos a orar para que os olhos dos teólogos, profetas, mestres e pregadores da "vitória financeira" se abram, e possam com isso voltar a ensinar e pregar o evangelho da salvação, da cruz, da vergonha, da porta estreita e da renúncia:

"Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela. Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade." (Mt 7.13-23)

4 comentários:

Elisomar disse...

...Engraçado é que, Quando o moço quis seguir Jesus em suas Jornadas, o Senhor mandou ele voltare e se desfazer das riquezas que tinha, depois segui-lo. Ele não voltou, porque o seu coração estava exatamente ligado aos bens materias. Deus sabe que o ter, nos faz bem,tanto que nos abençoa segundo o seu querer. Mas deixa claro que, onde está o tesouro, aí está o coração do homem. Se esse tesouro for o Senhor, as demais coisas nos será acrescentada. Ser rico não é uma regra geral...principalmente para crente.

Goospel disse...

PAz seja convosco
Venho apresentar a mais nova ferramenta de busca gospel.
o Google Gospel
http://www.goospel.com.br
venha nos fazer uma visita e cadastre seu blog.
fique na paz

Gustavo disse...

A perspectiva do NT não é necessariamente a busca de riquezas, e sim, a busca do reino de Deus (Mt 6.33). Agora, vou transcrever e comentar 1Tm 6.1,3-5,8-10 (ARC)

V.1 "Todos os servos que estão debaixo do jugo estimem a seus senhores por dignos de toda a honra, para que O NOME DE DEUS E A DOUTRINA NÃO SEJAM BLASFEMADOS"

Eu entendo que assim, devemos honrar aos pastores e pregadores que se conformam com a sã doutrina.

V.3 "Se alguém ENSINA ALGUMA OUTRA DOUTRINA E NÃO SE CONFORMA COM AS PALAVRAS DE NOSSO SENHOR JESUS e com a doutrina que é segundo a piedade
V.4 É SOBERBO E NADA SABE, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, RUINS SUSPEITAS,
V.5 Contendas de homens CORRUPTOS DE ENTENDIMENTO E PRIVADOS DA VERDADE, cuidando que a piedade seja causa de ganho. APARTA-TE DOS TAIS"

O que é que esses versículos dizem? Ora, é simples: NÃO DEVEMOS ser amigos e ter por estima pessoas dessa naipe, que distorcem o evangelho, que não praticam a sã doutrina, ensinando heresias e não bíblia, fazendo "exejegues" como frisou certa vez o pr. Altair. Devemos cuidar para que "a piedade seja causa de ganho" I.E. que você vença pelo amor às coisas de Deus, que você vença pela busca da justiça.

V.8 "Tendo, porém, sustento e com que nos cobrirmos, ESTEJAMOS COM ISSO CONTENTES.
V.9 Mas OS QUE QUEREM SER RICOS CAEM EM TENTAÇÃO, E EM LAÇO, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que SUBMERGEM OS HOMENS NA PERDIÇÃO E NA RUÍNA.
V.10 Porque o AMOR AO DINHEIRO É A RAIZ DE TODA A ESPÉCIE DE MALES; E NESSA COBIÇA ALGUNS SE DESVIARAM DA FÉ e transpassaram a si mesmos com muitas dores."

Quanto aos últimos versículos citados, constituem uma das mais sérias denúncias que Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, proferiu, daqueles que ensinam a busca de riquezas, que ensinam um Deus banqueiro, que dá riquezas para quem pedir, e não ensinam mais a sã doutrina e piedade. Pessoas que não tem uma visão equilibrada do dinheiro, e não conhecem mais a palavra de Deus, que afirma que "O reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo" (Rm 14.17). Que Deus abençoa com dinheiro, através da fidelidade nos dízimos e ofertas é inegável (Ml 3.10-11), o problema é quando se ensina que o crente não pode ser feliz se não estiver bem materialmente, fisicamente, até quem sabe espiritualmente (por causa de agentes de satanás, confira o "espinho na carne" de Paulo 2Co 12), que Deus usa quem ele quer, da maneira como quer, para o cumprimento dos seus propósitos (confira Sl 23.1 nota na Bíblia de Estudo Pentecostal). Ora, se está escrito, que "por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus, então fácil é o que não é ser crente e estar em Cristo, ainda mais ministro do evangelho, que mesmo sendo glorioso para vocês que são ministros, vocês que são de fato fiéis e manejam corretamente a palavra da verdade (1Tm 2.15), não é fácil bradar contra estas heresias.

Pr. Altair, admiro muito sua busca pela ortodoxia, sua ira santa e justa contra heresias, e seu comprometimento com a palavra de Deus. Que Ele derrame suas ricas bênçãos sobre ti.

Elisomar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.