sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

Edir Macedo e a Teologia da Prosperidade

A lógica de Edir Macedo:

"Se o meu Deus é meu pai e ele é rico, por que é que eu vou ser miserável e pobre?" (Edir Macedo)

A Bíblia:

"Se alguém ensina outra doutrina e não concorda com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino segundo a piedade, é enfatuado, nada entende, mas tem mania por questões e contendas de palavras, de que nascem inveja, provocação, difamações, suspeitas malignas, altercações sem fim, por homens cuja mente é pervertida e privados da verdade, supondo que a piedade é fonte de lucro. De fato, grande fonte de lucro é a piedade com o contentamento. Porque nada temos trazido para o mundo, nem coisa alguma podemos levar dele. Tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes. Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores." (1 Tm 6.3-10)

Sem comentários!

5 comentários:

>> Teo Jornalista disse...

Depende do sentido em que o sr Macedo diz: "miserável e pobre"?

O homem pode ser miserável e pobre não apenas no sentido financeiro, como espiritual, emocional... Pode ter bens materiais em abundância, mas ser uma desgraça como ser humano.

Que adianta ao Macedo ser rico em bens, e ser detestado por alguns por ser um charlatão da fé e principalmente condenado pela Palavra de Deus em virtude de suas práticas heréticas?

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre Teo, vivemos tempos difíceis e se faz necessário orarmos para quem alguns despertem do sono.

Um abraço!

gil+mario disse...

Me reservo no direito de procurar ser próspero ou procurar ser probre e ninguém tem nada com isso. É problema meu. Posso ser pobre por opção. Posso me sentir feliz na simplicidade. Isso é questyão minha. Não faz mal ser próspero ou simples, isso não é o essencial; Contanto que ame a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo, faço o que me aprouver. Afinal, a salvação e a perdição é para sempre e isso sim é pra se preocupar.(Obs. Não sou de igreja nenhuma)

Prof Francisco Roberto Vieira disse...

Não conheço bem o assunto e não sou juiz de ninguém,e não sou homem de igreja, mas me paprece que bem antes dessa teologia, já havia a Teologia da Libertação que pregava a luta por uma prosperidade social voltada para os mais pobres. A diferença é que aquela era uma doutrina social e esta uma doutrina individualista. Devemos sim nos preocupar todos com a melhoria das condições materiais dos filhos de Deus. É claro que todo egoismo e individualismo é condenável, pois Jesus nos recomenda a pedir sempre no plural: Pai NOSSO,...

leandro disse...

a propria palavra diz que o amor ao dinheiro que e o problema e na iurd nao ensina vc a amar ao dinheiro ensinam a buscar primeira mente o reino dos ceus e sua justiça pois de q adianta conquistar o mundo e perder a alma mas ensinam sim q e uma questao de honra tomar posse das promessas de deus para q o nome dele venha a ser cada ves mais glorificado pois a fe sem obras e morta o meu justo vivera pela fe e a propria palavra diz quem nao e contra nos e por nos e tudo q acontesse la q dizem ser erezias sao consagrados e ungidos em nome do senhor jesus nunca falaram q objetos de campanhas fariam milagres assim como lenços aventais sombras e muito mais milagres aconteciam na biblia atraves do nome de jesus mediante a fe assim como o cajado que abriu o mar mas tudo em nome de jesus hoje ainda acontece para as pessoas que creem e q deus te abençoe eq as pessoas q se dizem cristans preguem o evangelho ao inves de ficarem criticando outras igrejas pois isso so traz contendas sera q deus se alegra com isso