domingo, 30 de setembro de 2007

A EXPLOSÃO GOSPEL !


Livro analisa o fenômeno gospel no Brasil.

Leia em ALC NOTÍCIAS

Sinopse

O crescimento da presença dos evangélicos no Brasil, que dá nova forma ao mosaico religioso no País, é um fenômeno recente que tem estimulado estudos nas mais variadas áreas do pensamento. Este livro busca responder a este desafio e é resultado de pesquisas com uma abordagem particular e inédita - o lugar das culturas da mídia e do mercado na formação de uma nova expressão cultural religiosa - a cultura gospel. Para esse estudo, a autora valeu-se das ferramentas oferecidas pelos estudos culturais e pelas ciências da religião e analisa o que há de mais atual no cenário evangélico na contemporaneidade - o lugar da música, do consumo e do entretenimento como mediações do sagrado. Para isso, busca na metáfora 'vinho novo em odres velhos' uma resposta à indagação - o que é realmente novo na explosão gospel que mudou o jeito de ser evangélico no Brasil?

Sobre o autor

Magali do Nascimento Cunha é jornalista, doutora em Ciências de Comunicação pela Universidade Metodista de São Paulo e mestre em Memória Social e Documento pela Universidade do Rio de Janeiro. É professora em diversos cursos da Faculdade de Teologia da Igreja Metodista/Universidade Metodista de São Paulo, com ênfase nos temas Comunicação e Religião, Ecumenismo e Igreja e Sociedade. Atua como assessora, palestrante e conferencista em diversos eventos, contribuindo com processos de formação na Igreja Metodista, da qual é membro, e em outras igrejas e organizações cristãs no Brasil e no exterior. É membro do Comitê Central do Conselho Mundial de Igrejas, representando a Igreja Metodista no Brasil e as igrejas-membros da América Latina. Organizadora e uma das autoras dos livros 'Pastoral urbana - Presença pública das igrejas em áreas urbanas' (Editeo/Editora Metodista/IEPG, 2006), 'Pluralismo e a missão da igreja na atualidade' (Editeo, 2007), dentre outras obras de sua autoria.

Como já me posicionei em UM BRASIL EVANGÉLICO?, tal "explosão gospel" não diz muita coisa, ou não diz nada. Ser "gospel", na realidade, se tornou uma expressão que designa modismos, exploração econômica (mercado gospel), marketing pessoal, dentre tantas outras coisas que estão longe de retratar o verdadeiro Evangelho de Jesus, como também a verdadeira vida cristã. Influenciados por essa "explosão gospel", nasceram o show gospel, a baladas gospel, o baile funk gospel, o forró gospel, os astros e estrelas gospel, etc. É preciso saber diferenciar "contextualização do evangelho", com "secularização" ou "banalização do evangelho".

Tal "Explosão Gospel", como muitas outras "explosões", acabam por causar sérios danos. No caso do Evangelho de Jesus, os danos são de ordem moral e espiritual.

No Reino de Deus, qualidade vale mais que quantidade! Nossa opinião não está fundamentada na leitura do livro, mas, sobre o tema proposto pelo mesmo. Após lermos a obra, faremos novos comentários.


RESULTADO DA ENQUETE


Nossa enquete, "Você acha que o Pr. Silas Malafaia deve responder às acusações feitas pelo Caio Fábio ou simplesmente ignorá-las?", foi concluída com empate técnico.

Tivemos um total de 504 votos, onde 251 (49%) foram favoráveis ao pronunciamento do Pr. Silas Malafaia, enquanto 253 (50%), optaram por seu silêncio.

Agradecemos a participação de todos. Oremos juntos para que tudo fique "esclarecido", afinal de contas, transparência e verdade são qualidades do autêntico caráter cristão!

Um abraço e a paz do Senhor!

sábado, 29 de setembro de 2007

O CARÁTER DE CRISTO - LIÇÕES BÍBLICAS


1. UMA BREVE INTRODUÇÃO E RETROSPECTIVA

O final de um trimestre de estudos nas lições bíblicas, é sempre uma ótima oportunidade para se fazer uma retrospectiva geral. Pedagogicamente, isso é salutar e aconselhável.

Dentro de uma visão panorâmica das lições, pode-se afirmar que todos os personagens bíblicos estudados tinham algumas coisas em comum. Como exemplo, podemos citar os seguintes aspectos:

- Primeiro, tinham um caráter digno de ser admirado e imitado. A sinceridade de Davi, a determinação de Elias, o altruísmo de Ester, a piedade de José, a incorruptibilidade de Noé, a coragem de Débora, a autenticidade de Paulo, o dinamismo de Pedro, a submissão de Sara, a eficácia de Moisés, e a fidelidade de Abraão, são uma clara prova disso.

- Em segundo lugar, todos eram passíveis de erros. Não estavam livres de grandes falhas ou de pequenos deslizes. Eram homens sujeitos as mesmas paixões que nós (Tg 5.17).

- Por fim, apesar de suas imperfeições e limitações, manifestavam um intenso e profundo desejo de melhorar, crescer, amadurecer, aperfeiçoar-se. Eram dramaticamente insatisfeitos, inconformados, e até angustiados, pelo fato de serem o que eram, quando sabiam o que deveriam ser (Rm 7.18-23). Agonizavam como qualquer um de nós, em razão da miserabilidade do pecado, e da necessidade de suportar suas próprias contradições interiores e exteriores, seus conflitos internos e externos (Rm 7.24).

Nossas imperfeições, não justificam qualquer tipo de acomodação espiritual ou moral.

2. TRANSPARÊNCIA

A Bíblia Sagrada é fascinante. Não oculta, não omite, não esconde, não faz de conta, não ilude, nem joga para debaixo do tapete os aspectos negativos da vida de seus personagens, as falhas de caráter dos mesmos. Tudo foi registrado para nos servir de alerta. Essa transparência bíblica, ao mesmo tempo, revela-nos a superabundante graça do Senhor (Rm 5.20), que o leva a escolher, a capacitar e a comissionar para a realização de seus projetos, aqueles que sem a sua misericórdia, não serviriam para nada.

Vivemos em tempos trabalhosos (2 Tm 3.1). Tenho constantemente declarado que se instaurou no seio da igreja evangélica brasileira, uma profunda, diabólica, e abominável crise de integridade e caráter (Leia em CORRUPÇÃO GENERALIZADA). A falta de transparência, associada a essa crise, acaba por desacreditar nossas instituições, nossos líderes, e a igreja cristã evangélica como um todo.

Não dá para falar, ensinar e pregar acerca de um evangelho transformador, se as pessoas não percebem transformação em nosso caráter, como também em nossos modelos institucionais, em alguns casos, já completamente desacreditados. É sal sem sabor, e velador sem luz (Mt 5.13-16).

Nossa autoridade não está fundamentada na eloqüência dos nossos discursos, que por vezes não passa de mero “moralismo” hipócrita. Ela está, acima de tudo, relacionada com o nosso testemunho pessoal, com a nossa integridade de caráter.

Como já dizia Spurgeon, havia uma pessoa que pregava tão bem e vivia tão mal, que quando estava no púlpito, todos afirmavam que jamais deveria sair dali; e quando não estava no púlpito, todos afirmavam que jamais deveria voltar para lá. Que o Senhor tenha misericórdia de nós!

3. O CARÁTER DE CRISTO

É somente na pessoa de Cristo, que mensagem cristã e vida se fundem numa plena perfeição. Nele habita, verbaliza-se e manifesta-se toda a plenitude do caráter divino (Cl 2.9).

No Sermão da Montanha (Mt 5.1-12), conforme a presente lição, a essência de um caráter genuinamente cristão, é caracterizado pelas seguintes qualidades: humildade, mansidão, fome e sede de justiça, misericórdia, pureza de coração e pacificador.

Algumas dessas qualidades são reafirmadas em Gálatas 5.19, onde fica bastante claro que, sem uma total dependência ao Espírito Santo, associada a um sincero e ardente desejo de agradar a Deus, buscando assim a sua vontade (Rm 12.1-2), torna-se impossível, inalcançável e intangível, nossa constante transformação, segundo a imagem daquele que criou em nós um novo homem (Cl 3.10).

4. CONCLUSÃO

Entendo que o nosso maior problema em termos de caráter cristão, não está na falta de textos e exemplos bíblicos, literatura sobre o assunto, pregações ou estudos. O que na realidade está faltando é tornarmo-nos cumpridores da palavra, e não meros oradores e ouvintes (Tg 1.22).

O que nos falta, é aplicá-la a nossa vida, materializá-la, concretizá-la, encarná-la em todos os nosso atos, nessa efêmera, passageira, temporal e histórica existência.

O momento é de arrependimento, confissão e abandono de pecado (Ne 9.1-3).

Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas (Ap 2.7, 11, 17, 29; 3. 6, 13, 22)!

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

EDIR MACEDO "MUITO FORTE"!

FOTO: Marcelo Pereira/Terra

Ontem foi inaugurado pela TV RECORD, o primeiro canal aberto de notícias 24 hs, trata-se do RECORD NEWS, que aqui em Recife vai ao ar pelo canal 17.

Leia sobre a repercussão do evento em:


Um outro grande evento aguardado, é o lançamento da biografia de Edir Macedo, marcado para 21 de outubro.

"A tiragem inicial será de 700 mil cópias, o dobro de uma obra de Paulo Coelho, por exemplo. O livro terá 283 páginas, e foi escrito pelos jornalistas Douglas Tavolaro e Cristina Lemos durante 14 meses." (Folha online, 28.09.2007).

Esse é um bom momento para lembrar aos nossos leitores, que toda notícia, e toda literatura, de qualquer emissora ou editora, precisa ser analisada criticamente, pois em grande parte dos casos, carrega certa carga ideológica, podendo ser utilizados como instrumentos de massificação e manipulação. Em todo caso, viva a "democratização" da notícia e da informação!

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

O SILÊNCIO


Por Altair Germano

O silêncio consente ou reprova

O silêncio defende ou acusa

O silêncio agrada ou incomoda

O silêncio conforta ou machuca

O silêncio une ou separa

O silêncio alegra ou entristece

O silêncio constrói ou destrói

O silêncio restaura ou aniquila

O silêncio vivifica ou mata

O silêncio enaltece ou desonra

O silêncio exalta ou humilha

O silêncio liberta ou oprime

O silêncio alivia ou sobrecarrega

O silêncio cativa ou espanta

O silêncio motiva ou desencoraja

O silêncio confirma ou nega

O silêncio fala!

"tempo de estar calado e tempo de falar" (Eclesiastes 3.7)

POR UMA IDENTIDADE ASSEMBLEIANA!

Este post foi publicado em 04/07/07. Resolvi republicá-lo, com o propósito de em breve, aprofundar as discussões nele contida. O tema “identidade assembleiana” foi amplamente discutido na última Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, realizada no Anhembi, ganhando também destaque no jornal Mensageiro da Paz (Maio/2007, p. 13 e Junho/2007, p.11).

Viajando por nosso país, participando de convenções regionais e nacionais, conversando com alguns companheiros de ministério e acompanhando os últimos acontecimentos na Assembléia de Deus no Brasil, fico a pensar se existe ainda uma “identidade nacional” em nossa igreja.

No dicionário de Aurélio Buarque de Holanda, a definição de identidade que nos cabe é a seguinte:

[Do lat. tard. identitate.] S. f. “O aspecto coletivo de um conjunto de características pelas quais algo é definitivamente reconhecível, ou conhecido.”

Sempre existiu nas Assembléias de Deus no Brasil, falo aqui especificamente, das igrejas cujos ministros são filiados a CGADB, características que davam uma idéia de certa “identidade nacional”. Destaco aqui 04 (quatro) características marcantes: Usos e costumes, liturgia, corpo ministerial e doutrina. Em todo o Brasil, aonde você chegasse, essas características eram de imediato percebidas. Observemos o quadro atual:

1. Usos e Costumes – Há regiões onde as irmãs pintam o cabelo, se maquiam, usam brincos, colares, pulseiras, pintam as unhas, usam calça comprida, etc. Já em outras regiões, tais práticas, ou pelo menos algumas delas, são motivos para disciplina e até exclusão.

2. Liturgia – Danças, palmas, assovios e coreografias já estão presentes em vários cultos assembleianos realizados por este Brasil afora. Os hinos da harpa cristã, o hábito de dar glória a Deus e aleluia, a conduta “tradicional” no culto, são mantidos em outros. Não conseguimos ser unânimes nem na ministração da liturgia da “Santa Ceia”.

3. Corpo Ministerial – Os cargos eclesiásticos e ministeriais ficam também a mercê da conveniência local. O conjunto de cargos básicos que envolvem o auxiliar oficial, o diácono, o presbítero, o evangelista e o pastor, nem sempre se apresentam em sua totalidade ou com a mesma funcionalidade. O caso mais divergente atualmente é o da apresentação de diaconisas.

4. Doutrina – Parece que em meio a tudo isso, a única coisa que ainda resiste, onde parece haver certa unidade, é no campo doutrinário conforme pode-se observar em nossas doutrinas básicas e credo.
A resolução do Plenário da Convenção Geral da 38ª. Assembléia Geral Ordinária da CGADB, em São Paulo, 18 de abril de 2007, em decorrência da “constatação de constante desvirtuamento e desvios dos princípios doutrinários e dos bons costumes das Assembléias de Deus no Brasil, principalmente no que diz respeito à introdução de doutrinas heréticas, de movimentos ecumênicos, da quebra da liturgia dos cultos, da introdução de músicas profanas, de grupos de dança e teatro e outros, contrariando, assim, a fundamentação doutrinária que sempre norteou a denominação”, foi uma boa iniciativa para tentar resgatar nossa identidade e inibir os abusos ocorridos. Acontece que algumas coisas não ficaram muito claras:

- Qual a idéia de “movimento ecumênico” que trata o texto?
- O que significa essencialmente “quebra de liturgia”? Existe um modelo litúrgico único nas Assembléias de Deus no Brasil? Onde está o "manual", que nunca me apresentaram?
- De qual conceito de “música profana” se trata, se há na Harpa Cristã músicas de origem “profana”? Estamos falando aqui de ritmos? Estamos considerando aqui os elementos culturais brasileiros ou a imposição de um modelo musical europeu? Quais ritmos e estilos musicais brasileiros seriam adequados?
- De que “outros” grupos tratam a resolução, associados aos de dança e teatro?
- Quais são especificamente os “maus costumes” que serão combatidos? O que caracteriza e qualifica um “mau costume”?

Não quero tirar aqui os méritos da Comissão Especial, eles são indiscutíveis. O que estamos querendo, é de alguma forma buscar uma resposta clara e definitiva (se puderem ser dadas)para as seguintes questões:


- O que significa ser um “assembleiano” no Brasil do século XXI?
- É possível uma "identidade nacional" diante de uma notória e crescente "regionalização de identidades" ?

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

O PRÍNCIPE (1)

IMAGEM: Nicolau Maquiavel
“Nada torna um príncipe tão estimado como os grandes empreendimentos e o dar de si raros exemplos. Temos, em nossos dias, Fernando de Aragão, atualmente rei da Espanha. Pode-se chamar a este príncipe propriamente novo, porque de um rei fraco tornou-se, pela fama e pela glória, o primeiro rei cristão; e se estudardes suas ações, vereis que são todas grandíssimas, havendo algumas extraordinárias. No princípio do seu reinado, assaltou Granada e esse empreendimento constituiu a base de seu Estado. Primeiro, agiu sem preocupação e com a certeza de que não seria obstaculado: os barões de Castela, com a atenção voltada para a guerra referida, não pensavam em inovações. Fernando conquistava, então, naquele meio, fama e autoridade sobre eles, que não se apercebiam disso. Com dinheiro da Igreja e do povo, manteve exércitos e, por uma longa guerra, pôde assentar as bases de seu próprio renome como militar. Além do mais, para poder atirar-se a maiores empreendimentos, utilizando-se sempre da religião, dedicou-se a uma piedosa crueldade, expulsando e libertando seu reino dos "marranos", exemplo extremado de piedade. Sob essa mesma desculpa de religião, assaltou a África; efetivou a expedição da Itália; mais tarde, assaltou a França, e desse modo sempre agiu e urdiu grandes feitos, os quais conservaram sempre em suspenso e admirados os ânimos de seus súditos, empolgados pela expectativa do sucesso final desses feitos. E surgiram estas suas ações de tal modo que, entre uma e outra nunca deixou tempo aos homens de agirem contra ele.” (MAQUIAVEL, 2004, p. 121-122)

Se Nicolau Maquiavel ressuscitasse em nossos dias, teria que tomar aula de alguns líderes e políticos cristãos (princípes) da atualidade, para logo em seguida fazer uma atualização de sua obra clássica "O Príncipe"!

Referências:

JUNIOR, José Nivaldo. Maquiavel o poder: história e marketing. São Paulo: Martin Claret, 1999.

MACHIAVELLI, Niccolò. O príncipe. Trad. Lívio Xavier. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004.

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

VERDADEIROS MILAGRES, A PREÇOS ACESSÍVEIS

A situação de extrema pobreza e miséria, enfrentada por nosso povo, é a mola propulsora para o sucesso dos mercantilistas da fé, que acabam promovendo o crescimento de "igrejas", que na realidade tornaram-se grandes centros de investimentos fé-nanceiros (não confundir com financeiros), hospitais de exploração (não confundir com restauração), e clínicas ilusiológicas (não confundir com psicológicas).

Gostaria de vos indicar o filme: "Fé demais não cheira bem". Já é um pouco antigo, mas retrata uma dura realidade contemporânea.

CORRUPÇÃO GENERALIZADA!

IMAGEM : www.ternuma.com.br/corrupcao.jpg
"Ai da nação pecadora, povo carregado de iniqüidade, descendência de malfeitores, filhos corruptores; deixaram ao SENHOR, blasfemaram o Santo de Israel, voltaram para trás. Por que seríeis ainda castigados, se mais vos rebelaríeis? Toda a cabeça está enferma e todo o coração fraco. Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, e inchaços, e chagas podres não espremidas, nem ligadas, nem amolecidas com óleo." (Is 1.4-6)

Uma corrupção generalizada se impregnou nos poderes legislativo, judiciário e executivo no Brasil. Deixou em coma o sistema de saúde pública, desacreditou o sistema de segurança pública, inviabilizou uma educação de qualidade para as classes menos favorecidas, comprou os aparentemente incompráveis, perverteu os de caráter inquestionável, maculou a reputação de alguns ícones nacionais, promoveu a injustiça social aumentando a distância entre ricos e miseráveis, privilegiando a burguesia e coisificando o pobre, relativizou nossos valores éticos e morais até então inegociáveis, incitou a busca do poder pelo poder.

Esta mesma corrupção se instaurou no meio da igreja cristã brasileira em todos os seus níveis, nas formas mais perversas, cruéis, mundanas e abomináveis possíveis. Falsidades, calúnias, articulações sujas, compra de votos em eleições convencionais, traições, propostas indecentes, subornos, ganância, exploração, opressão, ameaças, alianças espúrias, e outras mazelas. Essas coisas são cumprimento profético (1 Tm 4.1-6; 2 Tm 3.1-9).

Creio que nestes últimos dias algumas "chagas podres" serão expremidas, amputadas e cauterizadas pelo Senhor.

"Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que o não serve." (Ml 3.18)

O Senhor está trabalhando em sua eira:

"Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará." (Mt 3.12)

Falo neste blog abertamente sobre essas questões, em razão da própria Bíblia tratá-las com transparência.

Deus nunca jogou a sujeira que há entre o seu povo para "debaixo do tapete". Esse blog é profético! Se lhe chocar muito procure ler blogs sobre "poesias" ou assuntos mais "leves" (que por sinal leio também).

Em meio a tudo isso, cabe-nos concluir este post com um trecho da oração do Pai nosso:

"e não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. [Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre, Amém.]" (Mt 6.13)

domingo, 23 de setembro de 2007

FALSOS MINISTROS CRISTÃOS!

"Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, disfarçando-se em apóstolos de Cristo. E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz. Não é muito, pois, que também os seus ministros se disfarcem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras."
(2 Co 11.13-15)
Este post é uma seqüência de PARECE, MAIS NÃO É!


RÁDIO CANAÃ FM 91,3

IMAGEM FONTE: www.revistaz3.com.br
Como muitos já sabem, a programação da Rádio Canaã FM 91,3 que estava sendo negociada entre o ex-deputado Gilvan Costa e a Assembléia de Deus de Abreu Lima (COMADALPE), acabou ficando com a Assembléia de Deus de Recife. Tenho algumas perguntas para o irmão e ex-deputado Gilvan Costa:

Por quais motivos ele suspendeu as negociações com Abreu e Lima de forma tão anti-ética, sem dar satisfações antecipadas, justificáveis e claras?

1. Recebeu o nobre irmão uma proposta melhor da AD em Recife?
2. Ficou com medo de ser retaliado em Recife nas próximas eleições/2008?
3. Se arrependeu do valor fechado com Abreu e Lima?
4. Outras razões não citadas aqui?

As perguntas mais intrigantes para mim são as seguintes:

Amado irmão e ex-deputado Gilvan Costa, o Pastor Presidente da Assembléia de Deus em Recife, sabia que o senhor estava negociando com Abreu e Lima (já num estágio bem avançado) quando fechou a negociação?

Partiu do senhor, irmão Gilvan Costa, oferecer a programação também à Assembléia de Deus em Recife e assim fazer leilão, ou partiu da presidência daquela igreja ou de algum representante autorizado, uma proposta para tirar a AD Abreu e Lima do negócio?

Amados leitores, não estarei publicando comentários neste post, a não ser uma resposta do irmão Gilvan Costa ou de alguém devidamente autorizado pela AD Recife (se assim desejarem).


"infiéis nos contratos" (Romanos 1.31, ARC)

sábado, 22 de setembro de 2007

A MENTIRA DE ABRAÃO!

Resolvi escrever algo sobre o tema, devido os comentários das lições bíblicas da CPAD deste trimetre, tratarem sobre "a busca do caráter cristão".

Na lição deste domingo 23/09, que tem como título "Abraão, o amigo de Deus", em seu tópico "V", sub-tópico 2, temos em pauta a questão do "fingimento de Abraão".

O ato de mentir ou fingir pode ser de alguma forma justificável? A resposta parece óbvia. É claro que sim, responderiam muitos. De forma alguma, contestariam outros. Depende, ponderariam os duvidosos ou cautelosos.

A mentira é uma questão ética pouco discutida na igreja. Por achar o tema profundamente óbvio ou altamente complexo, muitos se esquivam de abordar a questão. Vamos neste breve texto analisar alguns pontos. São eles:

1. A Bíblia é clara quando trata sobre a “mentira”

“Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá?” (Nm 23.19)

“Ouvi a palavra do Senhor, vós, filhos de Israel; pois o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra; porque na terra não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus. Só prevalecem o perjurar, o mentir, o matar, o furtar, e o adulterar; há violências e homicídios sobre homicídios.” (Os 4.1-2)

“O justo odeia a palavra mentirosa, mas o ímpio se faz odioso e se cobre de vergonha.” (Pv 13.5)

“Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.” (Jo 8.44)

“não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do homem velho com os seus feitos,” (Cl 3.9)

2. O conceito de “mentira”

O dicionário Houaiss define “mentira” como: “afirmação contrária a verdade, ilusão”. Aurélio nos traz os seguintes conceitos: 1. Ato de mentir, engano, impostura, fraude, falsidade; 2. Hábito de mentir; 3. Engano dos sentidos ou do espírito, erro, ilusão; 4. Idéia, opinião, doutrina ou juízo falso; 5. Fábula, ficção.

O Dicionário Internacional do Antigo Testamento cita quatro termos hebraicos para a palavra “mentira”:

- bad : conversa vazia, vã (Jr 50.36; Is 16.6; 44.15)
- kazav : falar aquilo que é inverídico e, portanto, falso diante da realidade (Nm 23.15; Sl 89.35; Is 57.11)
- kahash : transmite a idéia de diminuição de uma verdade (Sl 59.12; Os 7.3; 10.13; 11.12; Na 3.1)
- shequer : falsidade, engano. Designa palavras e atividades falsas no sentido de não estarem baseadas em fatos ou na realidade (Ex 20.16; Dt 19.18; Jr 23.32; Is 59.13; Mq 2.11; Jó 13.4)

No Novo Testamento, segundo o Dicionário Vine, as expressões gregas para “mentira” são:

- pseudos : falsidade, mentira (Jo 8.44; 1 Jo 2.21, 27; Ap 21.27; 22.15)
- pseusma : falsidade, mentira atuada, mentira feita (Rm 3.7)

3. Conflitos de normas éticas universais absolutas

Como normas éticas universais e absolutas, chamamos aqueles princípios bíblicos cristãos que são tidos como conduta moral desejada, aprovada e inegociável. Por exemplo:

- Obedecer a Deus
- Obedecer as autoridades
- Obedecer os pais
- Não mentir (falar a verdade)
- Não matar (preservar a vida)
- Não roubar (adquirir bens honestamente)
- Não adulterar (ser fiel a sua esposa)

A estes somam-se muitos outros.

O fato é o seguinte: quando dois destes princípios entram em conflito, o que fazer? É aí que entra a questão do hierarquismo ético, ou seja, há normas éticas universais que são maiores em valor que outras. Por exemplo:

-Entre obedecer a Deus e as autoridades, obedeceremos a Deus (Dn 3.15-18; Atos 4.19-20)
-Entre preservar a vida do próprio filho e sacrificá-lo a Deus em obediência a sua ordem, sacrificaremos nosso filho (Gn 22.1-3, 9-12)
-Entre matar e preservar a vida, preservaremos a vida (Êx 20.13)
-Entre preservar a vida e matar ordenados por Deus, mataremos (Lv 20.1, 10-16; Js 6.17-21)
-Entre mentir e preservar a vida o que faremos?

Alguns personagens bíblicos, motivados pelo instinto natural de sobrevivência, pela fé, e ainda outros, pelo temor a Deus, "mentiram" para preservação da vida, e em alguns casos, foram claramente justificados. Segue os exemplos:

- "E o rei do Egito falou às parteiras das hebréias (das quais o nome de uma era Sifrá, e o da outra Puá), E disse: Quando ajudardes a dar à luz às hebréias, e as virdes sobre os assentos, se for filho, matai-o; mas se for filha, então viva. As parteiras, porém, temeram a Deus e não fizeram como o rei do Egito lhes dissera, antes conservavam os meninos com vida. Então o rei do Egito chamou as parteiras e disse-lhes: Por que fizestes isto, deixando os meninos com vida? E as parteiras disseram a Faraó: É que as mulheres hebréias não são como as egípcias; porque são vivas, e já têm dado à luz antes que a parteira venha a elas. Portanto Deus fez bem às parteiras. E o povo se aumentou, e se fortaleceu muito. E aconteceu que, como as parteiras temeram a Deus, ele estabeleceu-lhes casas." (Êx 1.15-21)

- "De Sitim Josué, filho de Num, enviou secretamente dois homens como espias, dizendo-lhes: Ide reconhecer a terra, particularmente a Jericó. Foram pois, e entraram na casa duma prostituta, que se chamava Raabe, e pousaram ali. Então deu-se notícia ao rei de Jericó, dizendo: Eis que esta noite vieram aqui uns homens dos filhos de Israel, para espiar a terra. Pelo que o rei de Jericó mandou dizer a Raabe: Faze sair os homens que vieram a ti e entraram na tua casa, porque vieram espiar toda a terra. Mas aquela mulher, tomando os dois homens, os escondeu, e disse: é verdade que os homens vieram a mim, porém eu não sabia donde eram; e aconteceu que, havendo-se de fechar a porta, sendo já escuro, aqueles homens saíram. Não sei para onde foram; ide após eles depressa, porque os alcançareis. Ela, porém, os tinha feito subir ao eirado, e os tinha escondido entre as canas do linho que pusera em ordem sobre o eirado. Assim foram esses homens após eles pelo caminho do Jordão, até os vaus; e, logo que saíram, fechou-se a porta." (Js 2.1-7)

- "A cidade, porém, com tudo quanto nela houver, será danátema ao Senhor; somente a prostituta Raabe viverá, ela e todos os que com ela estiverem em casa, porquanto escondeu os mensageiros que enviamos." (Js 6.17)

- "Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os desobedientes, tendo acolhido em paz os espias." (Hb 11.31)

Há ainda casos de mentiras que não foram "claramente justificados", como o caso da mentira de Isaque:

" Assim habitou Isaque em Gerar. E perguntando-lhe os homens daquele lugar acerca de sua mulher, disse: É minha irmã; porque temia dizer: É minha mulher; para que porventura (dizia ele) não me matem os homens daquele lugar por amor de Rebeca; porque era formosa à vista. E aconteceu que, como ele esteve ali muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhou por uma janela, e viu, e eis que Isaque estava brincando com Rebeca sua mulher. Então chamou Abimeleque a Isaque, e disse: Eis que na verdade é tua mulher; como pois disseste: É minha irmã? E disse-lhe Isaque: Porque eu dizia: Para que eu porventura não morra por causa dela. E disse Abimeleque: Que é isto que nos fizeste? Facilmente se teria deitado alguém deste povo com a tua mulher, e tu terias trazido sobre nós um delito. E mandou Abimeleque a todo o povo, dizendo: Qualquer que tocar neste homem ou em sua mulher, certamente morrerá. E semeou Isaque naquela mesma terra, e colheu naquele mesmo ano cem medidas, porque o SENHOR o abençoava." (Gn 26.6-12)

Temos igualmente a mentira de Davi:

"E Davi levantou-se, e fugiu aquele dia de diante de Saul, e foi a Aquis, rei de Gate. Porém os criados de Aquis lhe disseram: Não é este Davi, o rei da terra? Não se cantava deste nas danças, dizendo: Saul feriu os seus milhares, porém Davi os seus dez milhares? E Davi considerou estas palavras no seu ânimo, e temeu muito diante de Aquis, rei de Gate. Por isso se contrafez diante dos olhos deles, e fez-se como doido entre as suas mãos, e esgravatava nas portas de entrada, e deixava correr a saliva pela barba. Então disse Aquis aos seus criados: Eis que bem vedes que este homem está louco; por que mo trouxestes a mim? Faltam-me a mim doidos, para que trouxésseis a este para que fizesse doidices diante de mim? Há de entrar este na minha casa? ENTÃO Davi se retirou dali, e escapou para a caverna de Adulão; e ouviram-no seus irmãos e toda a casa de seu pai, e desceram ali para ter com ele." (1 Sm 21.10-15; 22.1) Davi acabou tornando-se o rei de Israel.

Perceba que não estamos aqui fazendo apologia a mentira, nem tampouco ensinando que as pessoas devem sair por aí mentindo por qualquer razão (quem faz isso é filho do diabo conforme Jo 8.44). Nosso foco é o "conflito entre duas normas éticas universais" e, neste caso, entre preservar a vida ou mentir.

Nosso caso em questão é a mentira de Abraão:

"Ora, havia fome naquela terra; Abrão, pois, desceu ao Egito, para peregrinar ali, porquanto era grande a fome na terra. Quando ele estava prestes a entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora, bem sei que és mulher formosa à vista; e acontecerá que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é mulher dele. E me matarão a mim, mas a ti te guardarão em vida. Dize, peço-te, que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma em atenção a ti.
E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, viram os egípcios que a mulher era mui formosa.
Até os príncipes de Faraó a viram e gabaram-na diante dele; e foi levada a mulher para a casa de Faraó. E ele tratou bem a Abrão por causa dela; e este veio a ter ovelhas, bois e jumentos, servos e servas, jumentas e camelos. Feriu, porém, o Senhor a Faraó e a sua casa com grandes pragas, por causa de Sarai, mulher de Abrão. Então chamou Faraó a Abrão, e disse: Que é isto que me fizeste? por que não me disseste que ela era tua mulher? Por que disseste: E minha irmã? de maneira que a tomei para ser minha mulher. Agora, pois, eis aqui tua mulher; toma-a e vai-te. E Faraó deu ordens aos seus guardas a respeito dele, os quais o despediram a ele, e a sua mulher, e a tudo o que tinha." (Gn 12.10-20)

A questão que levanto é a seguinte: diante dos fatos acima citados, a mentira de Abraão, tratada na lição bíblica da CPAD como "aspectos negativos do caráter de Abraão", pode ser considerada justificável?

O que deve ser considerado: a mentira em si, ou o motivo pelo qual se mente?

Esses fatos podem ser levantados por nossos alunos na aula do próximo domingo!

Que tal discutirmos a questão?

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

SERÁ QUE O PR. SILAS MALAFAIA VAI SE PRONUNCIAR DIANTE DAS ATUAIS ACUSAÇÕES?


Quando a Rede Globo ataca os evangélicos, o Pr. Silas se pronuncia. Quando um "ministério de música" rompe com a sua liderança, o Pr. Silas se pronuncia. Quando os homossexuais ameaçam processá-lo o Pr. Silas se pronuncia. Quando um pastor cai em adultério e resolve voltar ao ministério sem reconciliar-se com sua esposa, o Pr. Silas se pronuncia.

Diante das acusações feitas pelo Caio Fábio, será que ele vai se pronunciar?

Pelo resultado parcial de nossa enquete, os leitores estão desejando um pronunciamento.

Vamos aguardar, pois amanhã é dia de seu programa ir ao ar pela Rede TV e Bandeirantes!

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

UMA QUESTÃO DE ÉTICA, RESPEITO E CARÁTER CRISTÃO!

O ex-deputado Gilvan Costa (PE) estava negociando com a Assembléia de Deus em Abreu e Lima-PE, assuntos relacionados a programação da "RÁDIO CANAÃ FM - 91,3".

Simplesmente, sem nenhuma justificativa, o mesmo suspendeu as negociações e acabou "fechando" com a nossa co-irmã em Recife.

Para onde foi a ética cristã senhoras e senhores?

Quem não age com ética, não pode ensinar sobre ética!

Quem faz promessa e não a cumpre, sem dar nenhuma justificativa aceitável, como pode manter e conquistar confiança?

“O vosso falar seja SIM SIM NÃO NÃO; porque tudo o que passa disso vem do Maligno” (Mt. 5,37)

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

PESCARIAS!


"-Olha, cada um pesca com o que tem e como sabe. Você pesca com camarão. Fala bem, é preparado e ganha gente preparada. Outro pesca com pão. Outro com minhoca. E tem peixe que só gosta de minhoca. E tem outros que pescam como eu, com fezes. Tem gente que só gosta do que eu ofereço [...]." (Confissões do Pastor Caio Fábio, p. 301, Record, 1998, 6a. ed.)

As palavras acima, segundo o Pr. Caio Fábio, foram ditas pelo Bispo Edir Macedo, numa reunião no escritório da recém-adquirida TV Record em 1991.

O que será que o texto quer dizer com "fezes"? Seria o sal grosso, as rosas ungidas, as varas de Jacó, os ramos de arruda, ou qualquer outro tipo de "amuleto" cristianizado? Ou seria a mensagem de "prosperidade" banalizada e distorcida pelos profetas deste movimento "sincrético" que alguns arriscam a chamar de "evangélico"?

O Bispo Edir Macedo falou realmente isso?

Tenhos dúvidas. Algum líder da IURD poderia me ajudar neste sentido?

terça-feira, 18 de setembro de 2007

2008 - O ANO DA BÍBLIA


Por SBB

2008: UM ANO PARA SE DEDICAR À BÍBLIA.

A Bíblia é um livro do qual praticamente todas as pessoas já ouviram falar. É o mais estudado da história da humanidade e, certamente, o mais analisado por especialistas. Costuma-se dizer que é o livro mais traduzido, distribuído e lido de todos os tempos.


O livro mais traduzido

Calcula-se que, no mundo, sejam faladas entre 6.500 e 7.000 línguas. E a Bíblia é o único livro que já foi traduzido no todo ou em parte para 2.426 dessas línguas. Embora ainda não esteja disponível em cerca de quatro mil idiomas, com o número de traduções disponíveis, quase a totalidade da população mundial tem acesso ao Livro Sagrado.

O livro mais distribuído

Outro aspecto impressionante na questão da Bíblia é examinar a sua distribuição. Distribuída por dezenas de organizações, tem nas Sociedades Bíblicas sua maior rede de distribuição do mundo. Filiadas a uma fraternidade chamada Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), elas somam 145 unidades com atuação em mais de 200 países. No ano de 2006, só as SBU foram responsáveis pela circulação de mais de 25,7 milhões exemplares da Bíblia, dos quais 5,6 milhões distribuídos no Brasil pela SBB. A Bíblia é, portanto, o livro mais distribuído sobre a face da terra.

O livro mais lido

Seria a Bíblia o livro mais lido? Não resta dúvida que sim. Ela é lida publicamente em todas as cerimônias cristãs. É lida em campos de refugiados de guerra, em prisões, em hospitais, em escolas, em lares, em escritórios, em fábricas, individualmente ou em grupo.

Um livro desconhecido?

A Bíblia é o livro mais traduzido, mais distribuído e mais lido. Então, o que falta? Há um aspecto sobre a Bíblia que pode e precisa ser melhorado. Falta mais conhecimento quanto ao seu conteúdo. A Bíblia é um dos maiores tesouros da humanidade. Ela traz valores que são a base da convivência humana. Todo esse conhecimento bíblico, no entanto, precisa ser mais difundido. A vida das pessoas e da sociedade poderia ser melhor, se as pessoas conhecessem e praticassem mais os princípios bíblicos.

O Ano da Bíblia

Para promover cada vez mais o conhecimento da Bíblia em nosso país, a SBB está liderando um grande movimento que colocará o Livro Sagrado em evidência, durante todo o ano de 2008. Para isso, será formado um Comitê Nacional de apoio ao Ano da Bíblia, com a participação de líderes de várias regiões do país. Além disso, igrejas e organizações cristãs estão convidadas a apoiarem este movimento, realizando programações especiais que chamem a atenção sobre os diversos aspectos da Bíblia. E para que essa iniciativa seja bem-sucedida, a SBB espera contar com seu apoio e participação.

CONFISSÕES DO PASTOR

Eis o livro citado em vários comentários, como contendo as
denúncias feitas pelo Caio Fábio.
A edição que tenho em mãos é a 6a., e data de 1998, pela RECORD.

segunda-feira, 17 de setembro de 2007

EM BUSCA DA VERDADE!


Amados leitores, se "qualquer" pessoa gravasse uma entrevista em DVD, e denunciasse que a igreja da qual sou membro recebeu dinheiro do tráfico de drogas, faria questão e exigiria que a liderança se pronunciasse publicamente sobre o fato.

O que está acontecendo é algo muito sério. Não importa de onde partam as acusações, elas estão aí de forma pública circulando na internet, inclusive passivas de serem investigadas pelo poder público e de sanções penais caso comprovadas.

Não devemos nos escandalizar com isso. Creio que no final deste triste episódio para a igreja evangélica brasileira, tudo ficará esclarecido. A mentira precisa ser calada e punido o mentiroso ou, os acusados, caso as acusações sejam provadas, se retratarem e ainda, se necessário for, serem punidos.

Quem é inocente não deve temer nada, mas precisa no mínimo, repito, se pronunciar.

domingo, 16 de setembro de 2007

CAIO FÁBIO CONFIRMA AS DENÚNCIAS FEITAS E ALEGA TER PROVAS


Apesar da aprovação de uns e da desaprovação de outros, estaremos cobrindo este episódio até o seu desfecho (esperamos que haja), pois não podemos compactuar com a "mentira" e a "falsidade" no meio de homens que tornaram-se expoentes públicos do evangelho no Brasil, o que só vem a denegrir a imagem daqueles que estão servindo ao Senhor em sinceridade e retidão de coração.

Quem está mentindo ou quem é caluniado nesta história, precisa vir a tona.

Continuaremos recebendo e investigando as informações repassadas por nossos leitores.

Leia no site do Caio Fábio sua resposta quanto a veracidade e provas de suas afirmações.

Nosso blog continuará aberto para que as partes envolvidas se pronunciem, ou postando seus pronunciamentos.

SEMINÁRIO DE CIÊNCIAS BÍBLICAS EM RECIFE-PE (02)




FOTO (DE CIMA PARA BAIXO): (1) Pr. Altair Germano lendo a Palavra de Deus na abertura do Seminário; (2) Da esquerda para direita: (palestrantes) Rev. Dr. Vilson Scholz, Rev. Paulo Teixeira, Pr. Lécio Dornas, Rev. Dr. Erní Seibert, Pr. Marco Gladstone (Secretário Regional), Pr. Altair Germano (Presidente do Diretório Estadual); (3) Participantes do evento.

O Seminário de Ciências Bíblicas promovido pela Sociedade Bíblica do Brasil, realizado nos dias 14 e 15/09, aqui em Recife-PE, foi um sucesso.

Cerca de trezentas pessoas (todas as inscrições disponíveis ) puderam desfrutar das excelentes aulas, que certamente enriqueceram os conhecimentos dos participantes, tornando-os mais "habilitados para toda boa obra" (1 Tm 3.17).

Os palestrantes do evento foram os pastores Paulo Teixeira (Secretaria de tradução e publicações da SBB), Erni Seibert (Secretaria de ação social e Comunicações da SBB), Vilson Scholz (Consultor de Traduções da SBB), e Lécio Dornas (Conferencista e Escritor).

A Secretaria Regional da SBB, juntamente com o Diretório Estadual, louvaram a Deus pela bençãos recebidas durante todo o evento.

As expectativas se voltam agora para as atividades referentes ao "Ano da Bíblia", que mobilizará em 2008 as igreja em todo o Brasil, para a importância da leitura do livro sagrado.

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

PARECE, MAS NÃO É!


Em toda a história da igreja, sempre foi um fato a presença de cristãos nominais convivendo sutilmente em meio aos cristãos autênticos. O Senhor Jesus falou dessa possibilidade de forma muito clara, como podemos observar na parábola do joio ( Mt 13.24-30; 36-43 ). Apesar de ter uma interpretação mais ampla, onde o campo é o “mundo”, o princípio da presença do joio em meio ao trigo se aplica também à vida da igreja. É o falso com o verdadeiro, o aparente com o real, o ilegítimo com o legítimo.

A semelhança entre o falso e o verdadeiro é tão grande, que na parábola do joio Jesus adverte que existe a possibilidade de que uma ação meramente humana, na tentativa de separá-los pode acabar arrancando o trigo junto com o joio. O fato de alguém se declarar salvo ou fazer uso do nome de Jesus no exercício de suas atividades “religiosas” não legitima ou autentica o verdadeiro caráter cristão.

O falso e o verdadeiro estão presentes em todas as situações e segmentos da igreja, conforme veremos a seguir:

FALSOS OBREIROS - Um dos grandes sinais do fim dos tempos ( Mt 24.3 ) é a aparição de um grande número de “falsos obreiros”, que enganarão com muita habilidade e astúcia o povo de Deus ( Mt 24.5,11 ), inclusive com a realização de grandes sinais e prodígios. Esses “falsos obreiros” se encontram exercendo várias funções na igreja;

FALSOS APÓSTOLOS ( II Co 11.13-15 ) - Algumas igrejas no Brasil adotaram a função de apóstolo dentro de sua hierarquia eclesiástica ( o indivíduo é pastor, se intitula depois bispo e posteriormente apóstolo ). O fato é que no exercício dessa função muitos acabam não se identificando com o apostolado bíblico, onde fazia parte da vida do apóstolo o romper barreiras, estabelecer igrejas e seguir adiante nesse propósito. Os pseudos apóstolos, geralmente são “pescadores de aquário”, ou seja, sua missão é atrair membros de outras igrejas. Não estão interessados em ganhar almas nos rincões da terra, mas sim, pregar nos grandes centros e ali se estabelecerem.

FALSOS PROFETAS ( Mt 7.15-20 ) - Os falsos “profetas”, ou seja, aqueles que dizem falar em nome de Deus, são reconhecidos pela ausência de frutos ( caráter cristão e compromisso com Deus ) em suas vidas, ou pela má qualidade dos mesmos. Eles geralmente;

- Falam para agradar seus ouvintes ( I Rs 22.1-6 )
- Falam sem serem autorizados por Deus ( Ez 13.1-9 )
- Suas profecias tendem a afastar o povo da palavra de Deus ( Dt 13.1-4 )
- Sempre estão procurando tirar vantagens dos seus “dons” ( Nm 22.7; Jd 11 )

FALSOS EVANGELISTAS ( Mt 7.22-23 ) - O Ministério de evangelista é caracterizado pelos sinais que seguem a pregação do evangelho ( Atos 8.4-8 ). Esses sinais por si só não comprovam a autenticidade do ministério. Os falsos evangelistas geralmente são identificados;

- Pela comercialização da palavra de Deus. Pregam só visando grandes lucros ( II Pe 2.3 ), são os profissionais da palavra, cheios de exigências, buscando unicamente a sua própria glória ( marketing pessoal ).
- Não tem origem muito clara. É preciso conhecer as raízes e a vida de tais obreiros, assim como seu nível de comprometimento com seus pastores e ministério.
- Suas “apresentações” não passam de meras exibições onde a unção do Espírito Santo é substituída por suas habilidades homiléticas e persuasivas.

FALSOS PASTORES ( Jr 23.1-4; Jd 12 ) - Um título de pastor não é difícil de se obter em nossos dias. Homens sem a mínima vocação pastoral, consagrados em igrejas que surgem da rebeldia e do incontrolável desejo pela posição eclesiástica, recebendo imposição de mãos de outros em piores situações, estão por aí enganando o povo. Os falsos pastores não estão preocupados com o bem estar das ovelhas. Só pensam em si mesmo, em tirar proveito da lã e das gorduras das tais. Não querem servir ao rebanho, e sim, mediante a manipulação e força, dominar sobre o mesmo ( I Pe 5.2-4 ).

FALSOS MESTRES OU DOUTORES ( 2 Pe 2.1 ) - As falsas doutrinas ( Ef 4.14 ), provenientes do ensino dos falsos mestres, têm invadido nossas igrejas. Falsos movimentos e modismos doutrinários foram notórios em nosso país, confundindo os desenformados, despreparados e meninos inconstantes, que teimam (comum à meninos) em não crescer no conhecimento da sã doutrina. A teologia da prosperidade, o movimento da fé, a quebra de maldições, batalhas espirituais “espalhafatosas” e mais recentemente o movimento G-12, causaram sérios prejuízos em vários rebanhos. Quem está firmado na são doutrina ( I Tm 1.10; Tt 2.1 ), não atenta para o ensino dos falsos mestres, antes o repudia.

FALSOS CANTORES EVANGÉLICOS - O crescimento do povo evangélico no Brasil tem chamado a atenção de vários oportunistas. Dentre os tais estão alguns cantores que alegam ter sido chamados por Deus para o “ministério do louvor”, onde na realidade seus interesses se limitam em vender “CD” e cobrar altos cachês (gratificações financeiras) para seus shows (apresentações). É preciso mais uma vez distinguir entre o falso e o verdadeiro. É evidente a benção de Deus sobre a vida de daqueles que verdadeiramente têm na sua vida uma unção de Deus nos hinos que cantam, conduzindo o povo de Deus à verdadeira adoração, trazendo mensagens e melodias que glorificam a Deus e refrigera nossa alma. O “meio artístico” evangélico já tem a presença de ;

- Falso Crentes Empresários ( na maioria das vezes, empresários dos falsos cantores). Tem muito empresário artístico, inclusive não crente, ganhando boas somas de dinheiro em cima dos fãs, que não perdem um show de seus cantores (ídolos) prediletos.
- Falsos Crentes Compositores ( às vezes nem se declaram crentes, são ímpios procurados por nossos cantores para escreverem sem nenhuma inspiração do Espírito Santo letras de músicas evangélicas ). Que Deus nos ajude a não trocarmos os cânticos espirituais pelos cânticos comerciais.
- Falsos Crentes Músicos ( tocadores meramente profissionais sem compromisso com Deus, que nunca nasceram de novo ). Precisamos de tocadores do tipo de Davi, que quando tocava sua harpa os demônios deixavam de oprimir a Saul ( I Sm 16.23 ). Não é a "música evangélica" que afugenta o Diabo e sim a unção de Deus na vida do músico ( I Sm 16.13 ).

FALSOS CRISTÃOS POLÍTICOS - O crente tem dupla cidadania, a celestes ( Fl 3.20 ) e a terrestre ( At 22.25-28 ). Como cidadão da terra o cristão tem o direito de escolher seus candidatos aos cargos políticos, que em si mesmo são necessários para o governo e administração pública ( Rm 13.1-2; I Pe 2.13-14 ). É preciso Ter muito cuidado na hora de votar. Tem muito político de olho nos votos dos crentes sem o mínimo compromisso com a igreja e com Deus. Tem também muito político se fingindo de crente para ganhar voto. É preciso saber escolher bem na hora de votar. O perfil dos políticos que devem representar o povo de Deus pode ser descrito abaixo;

- Um homem comprometido com Deus ( Gn 45.5 )
- Um homem com valores espirituais ( Dn 6.10; Dn 9.1-2 )
- Um homem com valores morais ( Gn 39.7-9 )
- Um homem com valores sociais ( Gn 41.33-36 )

O papel desse representante do povo de Deus dever ser;

- Lutar pelo interesse e bem estar social de toda nação, estado, cidade ou município, com projetos que visem a melhoria da saúde, educação, moradia, emprego, liberdade, moralidade, segurança, etc.
- Ser luz em meio as trevas e corrupção que assolam os bastidores políticos da nossa nação ( Dn 2.48-49; Dn 3.12-18; Dn 6.4 )
- Glorificar a Deus mediante seu testemunho como político cristão ( Gn 41.38-40; Dn 2.47; Dn 3.28-30 ).

Os falsos e mentirosos irmãos estão por toda parte. Até o apóstolo Paulo foi vítima dos tais ( II Co 11.26 ). Há contudo sérias advertências bíblica para os tais;

“ Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos. Porque o Senhor conhece o caminho dos justos; mas o caminho dos ímpios perecerá ( Sl 1.5-6 ). ”
“ Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve ( Ml 3.18 ). ”

“ Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca apagará ( Mt 3.12 ).”

“ Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo. Mandará o Filho do Homem os seus anjos, e eles colherão do seu Reino tudo o que causa escândalo e os que cometem iniquidade. E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali, haverá pranto e ranger de dentes. Então, os justos resplandecerão como o sol, no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça ( Mt 13.40-43.”

“ Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? E, então lhe direi abertamente: Nunca vos conheci: apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade ( Mt 7.21-23 )".

Mais cedo ou mais tarde, a máscara da falsidade e da mentira no seio da igreja acabará caindo!

Jesus está voltando!

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

A MENTIRA (1)


"Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira." (João 8.44)

quarta-feira, 12 de setembro de 2007

SEMINÁRIO DE CIÊNCIAS BÍBLICAS EM RECIFE-PE

FOTO: Pr. Erní Seibert (Secretário de Ação e Comunicação Social da SBB), Pr.Marcos Gladstone (Secretário Regional da SBB) e Pr. Altair Germano (Presidente do Diretório Estadual da SBB)

A Sociedade Bíblica do Brasil estará realizando em Recife-PE, nos dias 14 e 15 de setembro (sexta e sábado), no Recife Praia Hotel, o seu Seminário de Ciências Bíblicas.

Na programação serão abordados os seguintes temas:

- A Bíblia: sua natureza, funções e finalidade
- O uso de material bíblico nas igrejas
- Interpretação da Bíblia para o homem de hoje
- A transmissão do texto bíblico
- O cânone bíblico
- A tradução da Bíblia: história, princípios e influência

O público-alvo: pastores, líderes, obreiros, professores de escola bíblica e seminaristas. O valor da inscrição é de R$ 20,00 (vinte reais).

Mais informações pelos telefones: (81) 3092-1900 ou 0800-7278888

Garanta logo a sua participação pois as vagas são limitadas!

BISPO DA "ÚNICA IGREJA VERDADEIRAMENTE CRISTÃ" RENUNCIA POR ACUSAÇÕES DE ADULTÉRIO


Depois de inúmeros casos de pedofilia e homossexualidade, surge um de adultério!

Mantenho a proposta da abolição do celibato na "Única Igreja Verdadeiramente Cristã".

JUSTIÇA DE SP MANDA IURD DEVOLVER OFERTA DE FIEL

"O caso de Luciano, hoje com 28 anos, começou em 1º de janeiro de 1999, quando morava no município de General Salgado, na região noroeste do Estado. Naquele dia ele foi abordado por um pastor da Universal, que o convenceu a se desfazer de seus bens e entregar o que arrecadou à igreja. O motorista decidiu então vender um veículo Ford Del Rey. Obteve R$ 2,6 mil com o negócio e entregou tudo ao pastor. Dias depois, se arrependeu. Ele alega, no processo, que percebeu ter sido vítima da fragilidade e do desespero por conta das dificuldades financeiras. Conseguiu sustar um dos cheques, de R$ 600, mas outro de R$ 2 mil, foi descontado." (Estadão.com.br, 11/09/2007)

A Igreja Universal informou que irá recorrer da decisão.
Leia mais:



O problema é delicado. Por um lado, se o Luciano ganhar a causa, as pessoas que são enganadas nas mais diversas "igrejas/empresas" da vida, poderão ser beneficiadas. Por outro lado, pode surgir muita gente querendo se aproveitar da situação, querendo de volta dízimos e ofertas que entregaram deliberadamente, sem o mínimo constrangimento por parte de pastor ou líder de igreja.

É um caso para ficarmos de olhos bem abertos e, como nunca é demais, orarmos!

terça-feira, 11 de setembro de 2007

DOIS TIPOS DE PASTORES SEGUNDO O CAIO FÁBIO




Segundo o Caio Fábio, existem dois tipos de pastores o PASTOR PITBULL e o PASTOR POODLE.
Confesso que está difícil identificar no momento, em qual das duas raças ele se enquadra.

DURANTE CONGRESSO CAIO FÁBIO DIZ TER OUVIDO SOBRE "PODRIDÕES NA IURD"



Eis aqui mais um fato que precisa de esclarecimentos (ou de provas).

Querendo ou não, as igrejas e lideranças evangélicas no Brasil, acabam sendo atingidas e olhadas com desconfiança, depois de comentários deste tipo.

Entendo que a IURD não pode receber passivamente tais acusações, devendo antes se pronunciar.

IURD DISTRIBUI CARNÊ VISANDO AMPLIAÇÃO DA REDE DE RÁDIOS


Leia na Folha Online

Liderança evangélica brasileira, vamos acordar ou continuar inertes diante do crescimento "midiático" do evangelho "sincrético" no Brasil?

Parafraseando uma máxima jurídica "se não está na mídia, não está no mundo"!


ALGUNS LÍDERES EVANGÉLICOS NACIONAIS NA CONCEPÇÃO DE "CAIO FÁBIO"







Até agora, nada de provas concretas, só acusações!

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

PR. SILAS ALERTA SOBRE POSSÍVEL "ARMAÇÃO"!

Este vídeo foi adicionado ao youtube em 07 de julho de 2007 conforme link http://br.youtube.com/watch?v=0YAHVo6x8Jg

OLHO NELES!


Cuidado companheiros, estes políticos compram líderes evangélicos também!!!

DECLARAÇÕES DO CAIO FÁBIO EM RELAÇÃO AO PR. SILAS MALAFAIA NÃO SÃO RECENTES

Os desafetos e desabafos do Caio Fábio em relação ao Pr. Silas Malafaia não são tão recentes, como mostrados na entrevista dada a Carlos Bregantim, da Missão CENA em São Paulo. .

Um leitor do blog nos indicou um vídeo gravado no Congresso Estação do Caminho, onde desde lá a "coisa está pegando".

A pergunta ainda continua no ar: existe fundamentos e provas para tais acusações?

O vídeo do Congresso está no youtube desde 25 de setembro de 2006.

Não estamos aqui condenando ninguém. Até que se "prove" o contrário, o Pr. Silas Malafaia é inocente das acusações que lhe foram feitas.

Este blog está aberto para postar qualquer posicionamento ou declaração do Pr. Silas Malafaia ou do Caio Fábio sobre o assunto.

domingo, 9 de setembro de 2007

UM BRASIL EVANGÉLICO?

Os índices de crescimento dos evangélicos no Brasil não me enchem os olhos, nem me causam um grande entusiasmo. Falar que é "evangélico" não diz lá muita coisa.

Muita gente se diz "evangélico", que de cristão autêntico não tem é nada. Só fazem escandalizar o "Evangelho", e isso vai de pastor a congregado de igreja.

Muitos se tornam "evangélicos" por conveniência:

- Para conseguir um casamento
- Para conquistar eleitores (existem políticos que só tornam-se "evangélicos" de quatro em quatro anos, sempre no período eleitoral)
- Para se alto proclamar pastor e abrir seu pequeno (ou grande) negócio (igreja)
- Para mascarar seu verdadeiro caráter corrupto e malígno
- Para alcançar qualque outro tipo de vantagem ou interesse

Quantidade nem sempre é tudo. Precisamos é de crentes de verdade, de cristãos que honrem seus compromissos, que tenham palavra, que não se vendam para políticos, que falem a verdade, que respeitem seus superiores, que amem seus cônjuges e filhos, que não aceitem propina, que vão aos cultos verdadeiramente adorar a Deus, que não sintam vergonha de se declarar cristãos, que não relativizem a moral cristã e a Bíblia, que procurem obedecer a Palavra de Deus, que amem a Jesus!

Não queremos um Brasil cheio de "evangélicos", precisamos é de um país repleto de pessoas que pela fé reconheceram sua condição de pecadores, que voluntariamente e alegremente receberam a Jesus como seu Senhor e salvador.

Desejamos sim, é o crescimento do número de "nascidos de novo" (Jo 3.3), de cristãos que andem em santidade e temor diante de Deus (Hb 12.14)!

É dessa nação e povo que fala o Salmo 33.12

יב אַשְׁרֵי הַגּוֹי, אֲשֶׁר-יְהוָה אֱלֹהָיו; הָעָם, בָּחַר לְנַחֲלָה לוֹ.

"Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, o povo que ele escolheu para sua herança."

O PR. SILAS MALAFAIA ENCONTRA-SE NA MIRA DO CAIO FÁBIO E DOS ATIVISTAS GAYS


Conforme publicado no Mix Brasil, o Ministério Público Federal enviou ofício para a Rede TV e Bandeirantes, querendo explicações sobre as declarações que o Pr. Silas Malafaia fez durante um pregação exibida no programa Vitória em Cristo.

A coisa parece não estar muito boa para o lado do Pr. Silas. De um lado temos o Caio Fábio com suas declarações "bombásticas", do outro são os ativistas gays que lhe pressionam.

Por falar em ativismo gay, continuamos no aguardo do posicionamento da CGADB, através de seu Conselho de Doutrina e do Conselho Apologético, acerca da elaboração de um manifesto oficial sobre as chamadas leis anti-homofóbicas.

Continuemos a orar! (e agir)

sábado, 8 de setembro de 2007

PR. SILAS MALAFAIA DÁ RESPOSTA AOS ATIVISTAS GAYS!


No programa Vitória em Cristo que foi ao ar pela Rede TV nessa manhã, e que será transmitido logo mais às 12:00 na Bandeirantes (não perca!), o Pr. Silas Malafaia citando a Constituição da República Federativa do Brasil em seu Art. 5º., incisos IV, VIII, e IX, declarou que não tem medo de processo (leia o post O PR. SILAS MALAFAIA ENCONTRA-SE NA MIRA DO CAIO FÁBIO E DOS ATIVISTAS GAYS , e que vai , se necessário for, até a Suprema Corte Federal

Dos Direitos e Garantias Fundamentais
CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;

Chamou de "mordaça gay" a atual atitude e mobilização dos ativistas, que querem através da criação e aprovação de leis no Senado, na Câmara e nas Assembléias Legislativas, tapar a boca de qualquer cidadão brasileiro cristão ou não (evangélicos, católicos, religiosos, ateus, filósofos, cientistas, jornalistas, etc ) que pensem diferente deles.

O Pr. Silas questionou ainda o seguinte: movidos por essa "onda" de chamar qualquer crítica e manifestação contrária às suas práticas e idéias de HOMOFÓBICAS, se para os homossexuais ativistas a Bíblia é também HOMOFÓBICA. Citou para isso os textos de:

Gn 1.27 - "Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou."

Rm 1.24-28 - "Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si; pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém.
Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro.
E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm;"

1 Co 6.9 e 10 - "Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,
nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus."

Cita também em sua fala artigos do filósofo Olavo de Carvalho, que se posiciona contra a atitude inquisitória dos ativistas gays. Leia mais em:

- Metáfora punitiva, publicado pelo Diário do Comércio (editorial), 23 de maio de 2007

- Porcaria de lei, publicado no Jornal do Brasil, 24 de maio de 2007

- Ódio à realidade, publicado no Jornal do Brasil (opinião), 17 de maio de 2007

- Debate pré-moldado, publicado no Jornal do Brasil, 29 de março de 2007
Estamos juntos pela liberdade de expressão e pela verdade da Bíblia!

Ore por esta causa em nome de Jesus!






CRESCE O NÚMERO DE EVANGÉLICOS NO BRASIL!

Segundo uma pesquisa de mobilidade religiosa realizada pelo Ceris (Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais), sob a coordenação da socióloga Sílvia Regina Fernandes, o número de evangélicos no Brasil tem subido nos últimos anos.

Alguns dos fatores que contribuíram para isso foram:

- A discordância dos fiéis em relação aos princípios católicos
- A sensação de não ser acolhido pela igreja
- A falta de apoio para os momentos difíceis na igreja católica
- A evangelização da classe média
- Uma ênfase no discurso dos novos pastores sobre a importância da racionalidade
- Uma melhor qualificação dos pastores

A pesquisa revelou ainda que de cada dez ex-católicos, sete se tornaram evangélicos (se já nasceram de novo é outra questão).


Leia mais sobre o crescimento dos evangélicos em Pesquisas SEPAL

"SE QUISER (AJUDAR) BEM, SE NÃO QUISER QUE SE DANE!


Para quem esqueceu ou nunca assistiu, conheça neste vídeo como alguns "pastores" conseguem convencer os seus fiéis a "contribuírem" financeiramente:

Click AQUI

Fonte: Youtube

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

PADRES PEDÓFILOS CONTINUAM DANDO GRANDES PREJUÍZOS FINANCEIROS À "ÚNICA IGREJA VERDADEIRAMENTE CRISTÃ"


"A diocese católica de San Diego, no Estado americano da Califórnia, fechou acordo com mais 144 vítimas de sacerdotes pedófilos e pagará indenizações no valor total de US$ 198 milhões (mais de R$ 388 milhões), anunciaram as partes envolvidas nesta sexta-feira. "

Leia a matéria na Folha Online

Santo padre, que tal liberar o casamento para os sacerdotes? Até quando a "única igreja verdadeiramente cristã" alimentará (e pagará) essas "taras"?

TRAMITA NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE PERNAMBUCO UM PROJETO DE LEI QUE AMEAÇA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO DA IGREJA


Trata-se de mais um PL anti-homofóbico que objetiva dar poderes "especiais" aos homossexuais e "impor" suas idéias.

O DEPUTADO ISALTINO NASCIMENTO é o autor do projeto.

Artigos em destaque:

Art.1º - É proibida qualquer forma de discriminação ao cidadão com base em sua orientação sexual.

Parágrafo Primeiro - Para efeito desta lei, entende-se por orientação sexual a liberdade do cidadão de expressar abertamente seus afetos e relacionar-se emocionalmente e sexualmente com pessoas do mesmo sexo ou oposto, sejam eles homossexuais masculino ou feminino, independente de seus trajes, acessórios, postura corporal, tonalidade da voz ou aparência.

Parágrafo Segundo - Entende-se por discriminação qualquer ato de ou omissão que caracterize constrangimento, proibição de ingresso ou permanência, exposição à situação vexatória, tratamento diferenciado, cobrança de valores adicionais ou preterimento no atendimento.

Perceba a ambigüidade das expressões "qualquer forma de discriminação" e "qualquer ato". Dessa maneira, entendemos que "qualquer forma de discriminação" ou "qualquer ato" incluiria também pregações que declarasse ser "pecado" a prática homossexual.

Art. 4º - Consideram-se, atos de discriminação, atentatórios aos direitos individuais e coletivos dos cidadãos homossexuais, transgêneros, travestis, bissexuais e lésbicas para os efeitos desta lei:

I – a prática de qualquer tipo de ação violenta, preconceituosa, intolerante, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica;

Perceba mais uma vez a generalização do PL na expressão "qualquer tipo".

VI – proibir a livre expressão e manifestação de afetividade dos cidadãos seja qual for sua orientação sexual, em locais públicos ou privados abertos ao público, em virtude das características previstas no artigo 1º ;

Nesse caso, casais de homossexuais poderiam entrar na igreja e ficarem abraçados ou trocando carinhos?

Art. 9º - Os estabelecimentos privados que não cumprirem o disposto na presente Lei, estará sujeitos às seguintes penalidades:

I - multa de 2.000 (dois mil) a 10.000 (dez mil) UFIR’s, duplicada em caso de reincidência;

II - inabilitação para acesso a créditos estaduais, em caso de reincidência;

II - multa de 2.000 (dois mil) a 10.000 (dez mil) UFIR’s, duplicada em caso de reincidência;

III - suspensão do seu funcionamento por trinta dias;

Será Que estão querendo fechar os templos evangélicos e cristãos?


Leia mais no blog REFLEXÕES SOBRE QUASE TUDO

CLICK AQUI e envie seu e-mail para os Deputados pernambucanos, manifestando sua aversão a este projeto que se trata de uma "ditadura" que fere princípios bíblicos e constitucionais.

Se este projeto for aprovado em Pernambuco, outros estados poderão sofrer pressão dos ativistas gays para copiá-lo.