sábado, 3 de novembro de 2007

COPA DO MUNDO DE 2014 - CIRCO PARA OS BRASILEIROS

Michael Buholzer/Reuters

Leia a matéria na Folha Online

"Com o crescimento urbano vieram também os problemas sociais para Roma. A escravidão gerou muito desemprego na zona rural, pois muitos camponeses perderam seus empregos. Esta massa de desempregados migrou para as cidades romanas em busca de empregos e melhores condições de vida. Receoso de que pudesse acontecer alguma revolta de desempregados, o imperador criou a política do Pão e Circo. Esta consistia em oferecer aos romanos alimentação e diversão. Quase todos os dias ocorriam lutas de gladiadores nos estádios ( o mais famoso foi o Coliseu de Roma ), onde eram distribuídos alimentos. Desta forma, a população carente acabava esquecendo os problemas da vida, diminuindo as chances de revolta." (Fonte: Wikipédia)

A história mais uma vez se repete. Nada melhor para manter o controle das "massas oprimidas, exploradas e manipuladas", vindo da parte de seus opressores, exploradores e manipuladores, do que "Pão e Circo".

5 comentários:

Paulo Silvano disse...

Caro pastor Altair,
Agradeço o seu apreço e consideração. Partilho a mesma opinião;"Nada melhor para manter o controle das 'massas oprimidas, exploradas e manipuladas'". Normalmente copa do mundo coincide com a eleição presidencial no Brasil. Por ai se percebe a congruência de interesses presentes no espectro político- futebolístico. Aliás, na semana passada a proposta para instalação de uma Comissão Mista Parlamentar de Inquérito do Corinthians começou a ser enterrada por conta do forte lobby, promovido pelos governadores de estados que temem ser preteridos pela CBF na escolha das capitais, que sediarão os jogos de certame. Para garantir pão e circo varre-se a sujeira para baixo do tapete. Isso é o que dita a 'sensatez' dos políticos, mancomunados com os cartolas do futebol.
Outrossim já desarquivaram o projeto que propõe um terceiro mandato para o presidente Lula que, se eleito, terá a copa de 2014 como cabo eleioral na campanha presidencial do seu candidato preferido para sucessor se, pior, não for ele mesmo o candidato, pleiteando um quarto mandato. Haja pão e circo! Valha me Deus!

Um abraço no Senhor,
Paulo Silvano

Anônimo disse...

Ah... para com isso! o pão e o circo sempre esteve em nosso meio, é só ver televisão...
Se a Copa do mundo não fosse aqui, seria em outro país, melhor ser aqui e buscar através disso melhorias de infraestrutura em nosso país e, claro ficar de olho nos superfaturamentos de obras, que com certeza acontecerá e, o judiciário deve agir e punir os espertalhões. Quanto a crítica, façam o favor de serem mais positivos e não colocar areia... Acredito que Jesus não agiria desta forma, pelo contrário, iria fazer de tudo para incluir benefícios aos menos favorecidos e pobres de nosso país. Cristãos como nós, precisam aprender a tirar proveito das oportunidades em benefício dos mais pobres mesmo com as mazelas conhecidas da corrupção e da manipulação, porém aplicando a ética dEle que está acima de todas as coisas.
Que o Senhor nos esclareça com um espírito de ação e menos critica.
abraços a todos

Abmael Vitor
abvisa.blogspot.com

ALTAIR GERMANO, disse...

Amado Abmael,

respeito vossa opinião e concordo com o comentário sobre "superfaturamentos". Não precisamos de copa e sim de educação, moradia, segurança, sistema de saúde...!

De qualquer forma, já que o circo está sendo armado, vamos aproveitar para evangelizar no circo.

Um abraço!

Elisomar disse...

E o pior disso é, que nem podemos chutar as madeiras que sustentam a lona desse circo...porque mataria muita gente.

Elisomar disse...

O pobre não precisa de circo...precisa de casa firme, alimento e educação. A copa deveria ser a sobra disso tudo.
Sinceramente...a gente tem mesmo é que criticar.
Com respeito Irmão anônimo